Busca avançada
Ano de início
Entree

Características ópticas das restaurações provisórias contemporâneas em função do tempo de imersão em soluções ácidas/corantes

Processo: 16/26083-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Aldiéris Alves Pesqueira
Beneficiário:Roberta Yoko Kanda
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária   Estabilidade de cor   Resinas acrílicas   Restauração dentária

Resumo

Com os avanços tecnológicos e o desenvolvimento de novos materiais odontológicos, os profissionais dispõem de novas opções para confecção das restaurações temporárias, com destaque para resinas bisacrílicas e os blocos pré-fabricados de polímeros para o sistema CAD/CAM. No entanto, pouquíssimos trabalhos na literatura mundial avaliaram as principais características ópticas desses materiais em comparação com outros materiais utilizados para confecção das restaurações temporárias. Dessa forma, o presente estudo terá como objetivo avaliar a estabilidade de cor (”E), translucidez (TP) e grau de contraste (CR) de diferentes tipos de resinas utilizadas para confecção de restaurações provisórias após diversos períodos de imersão em soluções ácidas/corantes. Serão confeccionados 160 espécimes com 10×10×3 (±0.005) mm, divididos em 16 grupos (n=10) de acordo com o material e meio de imersão. Quatro diferentes resinas odontológicas serão avaliadas: (RAT - resina acrílica termopolimerizável (Clássico), RAA - resina acrílica autopolimerizável (Alike), RB - resina bisacrílica nanoparticulada (Protem4) e RCAD - bloco pré-fabricado de polímero (PMMA) para o sistema CAD/CAM (Telio CAD); imersos nos seguintes meios: saliva artificial (S - Controle), refrigerante de cola (R), café (C) e vinho tinto (V) e após vários períodos de imersão (7, 14, 28, 90 e 180 dias). As leituras das características ópticas dos espécimes serão realizadas por espectrofotometria de reflexão ultravioleta visível, modelo UV-2450 em dois fundos (preto e branco), antes e após cada período de imersão. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância (ANOVA) fator único para ”E e ANOVA com medidas repetidas dois fatores para TP e CR. O teste Tukey será aplicado para todas as análises, com significância de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BITENCOURT, SANDRO B.; KANDA, ROBERTA Y.; JORGE, CAROLINE DE FREITAS; BARAO, VALENTIM A. R.; SUKOTJO, CORTINO; WEE, ALVIN G.; GOIATO, MARCELO C.; PESQUEIRA, ALDIERIS A. Long-term stainability of interim prosthetic materials in acidic/staining solutions. Journal of Esthetic and Restorative Dentistry, v. 32, n. 1, SI, p. 73-80, JAN 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.