Busca avançada
Ano de início
Entree

Democracia e governança financeira global: mapeamento de alternativas

Processo: 16/24875-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 24 de julho de 2017
Vigência (Término): 23 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Direito - Direito Público
Pesquisador responsável:Murilo Gaspardo
Beneficiário:Murilo Gaspardo
Anfitrião: David Jonathan Andrew Held
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Local de pesquisa: Durham University (DU), Inglaterra  
Assunto(s):Governança global   Globalização

Resumo

O objetivo geral desta pesquisa é mapear inovações político-institucionais para a reforma da governança financeira global que tenham como propósito sua democratização. Especificamente, pretendemos responder às seguintes perguntas: 1. As inovações projetadas ou implementadas adotam uma perspectiva de reforma radical ou apenas incremental? 2. Como enfrentam o problema da desigualdade de poder decorrente dos conhecimentos técnicos exigidos para participação e accountability na governança financeira, e da dissociação entre o tempo da democracia e o tempo das finanças globais? 3. Os processos decisórios implantados ou projetados são ou seriam capazes de gerar "energia política" suficiente para que as decisões sejam concretizadas? O mapeamento consiste na observação das instituições e projetos institucionais de forma crítica, confrontando-se os objetivos ideais com a realidade institucional, e buscando-se, em suas qualidades, falhas e limites, materiais que possam ser reelaborados.