Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da simbiose Cecropia-Azteca: interações microbianas interespecíficas como eliciadores de atividade antimicrobiana

Processo: 16/26230-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 03 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Mônica Tallarico Pupo
Beneficiário:Camila Fiori Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Simbiose   Micro-organismos   Metabólitos

Resumo

A atividade biológica das substâncias provenientes de micro-organismos se origina das interações entre esses e o ambiente em que se inserem. Sendo assim, micro-organismos associados a insetos sociais mostram-se como importantes fontes na busca por novas estruturas químicas com atividade antimicrobiana, sendo importante também entender a função ecológica dessas estruturas e dos micro-organismos no ambiente que estão inseridos. Este projeto propõe, portanto, o estudo químico da comunidade microbiana associada à simbiose entre formigas do gênero Azteca e mirmecófitas do gênero Cecropia. Nesse estudo busca-se o entendimento químico e ecológico de metabólitos produzidos a partir dessas interações, pois apesar da simbose Cecropia-Azteca ser descrita na literatura há anos, pouco se sabe sobre os micro-organismos envolvidos. Para o desenvolvimento do trabalho serão utilizadas linhagens de micro-organismos isolados da formiga Azteca e da planta Cecropia, de um único individuo, já previamente coletado, do Parque Nacional de Itatiaia. Os micro-organismos serão cultivados e será realizado ensaio de inibição frente aos micro-organismos Beauveria bassiana (entomopatógeno) e Pseudomonas syringae (fitopatógeno). A partir dos testes de antagonismo serão selecionados micro-organismos para realizar a técnica de cultivo misto, posteriormente será feita extração, e será analisado o perfil químico do extrato comparado ao perfil químico do padrão, a fim de se entender as relações ecológicas estabelecidas entre os micro-organismos cultivados juntos. (AU)