Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação da N-acetilcisteína e cloridrato de ambroxol na potencialização da ação antimicrobiana do Calen PMCC sobre biofilme

Processo: 16/25551-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Marco Antonio Hungaro Duarte
Beneficiário:Pedro Henrique Souza Calefi
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Enterococcus faecalis   Hidróxido de cálcio   Biofilmes   Acetilcisteína

Resumo

Nas necropulpectomias, a principal função das medicações intracanal é combater os micro-organismos que não foram eliminados durante o preparo biomecânico dos canais radiculares. A medicação de hidróxido de cálcio vêm sendo amplamente utilizada, porém está não é efetiva em eliminar Enterococcus faecalis, principalmente na forma de biofilme. Este estudo tem por objetivo avaliar se o uso da N-Acetilcisteína ou Cloridrato de Ambroxol previamente a medicação, potencializaria a ação antimicrobiana desta. Material e Métodos: Os experimentos serão divididos em 6 grupos de acordo com as medicações em questão: G1 - Cloridrato de Ambroxol (5 minutos); G2 - N-Acetilcisteína (5 minutos) ; G3- Cloridrato de Ambroxol (5 minutos) / Calen PMCC; G4 - Cloridrato de Ambroxol (2 aplicações de cinco minutos) Calen PMCC; G5 - N-Acetilcisteína(5 minutos) / Calen PMCC; G6 - N-Acetilcisteína (2 aplicações de cinco minutos) / Calen PMCC; G7- Controle. Ação antimicrobiana: Sobre 70 blocos de dentina bovina será induzido o crescimento de biofilme in vitro de Enterococcus faecalis. Após o desenvolvimento deste, o teste de contato será realizado de acordo com o grupo. Para a análise microscópica, cada bloco será corado pelo corante Live/Dead e o percentual de células vivas mensurada por meio de microscópio confocal de varredura a laser e programa bioimage. (AU)