Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da declividade da malha cicloviária da cidade de São Paulo

Processo: 16/25680-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Transportes
Pesquisador responsável:Gustavo Garcia Manzato
Beneficiário:João Vitor Penteado Simeão
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Ciclovias   Infraestrutura de transportes   Transporte urbano   Mobilidade urbana   São Paulo (SP)

Resumo

O crescimento difuso e mal planejado das cidades ao longo da história, aliado ao exponencial crescimento das frotas de veículos motorizados, culminaram em um cenário de congestionamentos e impactos ambientais, afetando a mobilidade urbana e a qualidade de vida da população. A mobilidade urbana sustentável se apresenta como uma alteração nos padrões da área de transportes, revelando que, paralelamente ao incentivo ao transporte público e uso racional do automóvel, transportes alternativos se mostram muito interessantes. Um exemplo é o uso da bicicleta como uma alternativa dinâmica, versátil, não poluente e ideal para pequenos deslocamentos. O contexto para a diversificação e estímulo de seu uso centra-se, porém, em medidas governamentais, nas quais se insere a oferta de infraestrutura e condições físicas adequadas como, por exemplo, a declividade. Nesse contexto, o presente projeto visa estudar e analisar, com base em manuais técnicos e diretrizes sobre ciclovias, a declividade de uma malha cicloviária, aferindo se existem pontos com greides acima dos recomendados. Para tanto, escolheu-se como objeto de estudo a rede cicloviária da cidade de São Paulo. As características altimétricas da cidade e a disposição das ciclovias serão obtidas em bases de dados municipais georreferenciadas, enquanto o processamento dos dados se dará através do software Maptitude 2016. (AU)