Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinitrosilos complexos de ferro biomiméticos: formação e capacidade de S-nitrosação

Processo: 17/02728-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Ohara Augusto
Beneficiário:Daniela Ramos Truzzi
Supervisor no Exterior: Peter C. Ford
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Santa Barbara (UC Santa Barbara), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/09518-5 - Mecanismos de S-nitrosação de proteínas: cinética, mecanismo e implicações biológicas, BP.PD
Assunto(s):S-nitrosação   Ferro   Óxido nítrico   Ligantes

Resumo

Dinitrosilos complexos de ferro de alto peso molecular (DNIC) têm sido detectados em células e tecidos em situações de superprodução de óxido nítrico desde 1965. Apesar disso, as estruturas de DNIC biológicos permanecem desconhecidas e a reatividade de DNIC sintéticos recebe atenção limitada na literatura. Propõem-se que os DNIC biológicos possam atuar como reservatórios e carregadores de óxido nítrico. Em adição, sugere-se que estes complexos possam desempenhar um papel substancial nas reações de S-nitrosação de proteínas, isto com base em experimentos com diferentes linhagens celulares. Entretanto, são limitados os estudos mecanísticos e cinéticos da reação de S-nitrosação mediada por DNIC. Nosso estudo anterior mostrou que DNIC-GSH não promove nitrosação da peroxiredoxina humana 1 (Prx1). Ao invés disto, a tiol proteína desloca GSH para produzir o DNIC-Prx de alto peso molecular. Nossos dados preliminares sugerem que é pouco provável que proteínas monodentadas sejam os ligantes preferenciais nos DNIC celulares, uma vez que estas são deslocadas por proteínas bidentadas. Em contraste, proteínas bidentadas ligadas a DNIC não são deslocadas por proteínas monodentadas no intervalo de tempo de horas. Neste projeto, peptídeos que mimetizam o sítio ativo de enzimas tiólicas importantes em processos redox serão empregados para investigar a cinética, os mecanismos de formação e a reatividade de DNIC ligados a estes peptídeos bidentados. O uso de peptídeos como um modelo molecular simples poderá fornecer dados importantes para a identificação das proteínas que compõem os DNIC biológicos. Também é nosso objetivo explorar a possibilidade de DNIC de peptídeos bidentados mediarem reação de S-nitrosation.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo ajuda a entender o metabolismo do óxido nítrico 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias: (17 total)
Mais itensMenos itens

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TRUZZI, DANIELA R.; AUGUSTO, OHARA; IRETSKII, ALEXEI V.; FORD, PETER C. Dynamics of Dinitrosyl Iron Complex (DNIC) Formation with Low Molecular Weight Thiols. Inorganic Chemistry, v. 58, n. 19, p. 13446-13456, OCT 7 2019. Citações Web of Science: 0.
TRUZZI, DANIELA R.; AUGUSTO, OHARA; FORD, PETER C. Thiyl radicals are co-products of dinitrosyl iron complex (DNIC) formation. CHEMICAL COMMUNICATIONS, v. 55, n. 62, p. 9156-9159, AUG 11 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.