Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do estresse oxidativo e do perfil antioxidante no período neonatal de cães nascidos em eutocia vaginal ou cesariana eletiva

Processo: 16/24731-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Camila Infantosi Vannucchi
Beneficiário:Leticia Lima de Almeida
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Enzimas   Neonatologia   Antioxidantes

Resumo

Os recém-nascidos possuem o sistema antioxidante imaturo, devido à baixa tensão de oxigênio no ambiente intrauterino durante a vida fetal. Logo após o nascimento, as alterações súbitas das condições fisiológicas e ambientais causam significativo aumento no consumo de oxigênio, desencadeando assim a produção de radicais livres. Em neonatologia humana, assim como na veterinária, tais condições promovem vulnerabilidade dos neonatos ao efeito negativo do estresse oxidativo, o que potencialmente pode prejudicar a vitalidade neonatal. O presente estudo tem como objetivo comparar o perfil antioxidante e estresse oxidativo de cães nascidos em eutocia vaginal ou cesariana eletiva, e suas respectivas mães, e avaliar a influência da condição obstétrica para tais parâmetros. Para tal, serão selecionadas cadelas gestantes, alocadas, segundo a condição obstétrica, em dois grupos amostrais: Eutocia Vaginal (n = 10) e Cesariana Eletiva (n = 10) e os neonatos subdivididos em Sub-grupo Inicial (primeiros filhotes a nascer) e Sub-grupo Final (últimos filhotes a nascer). As fêmeas serão avaliadas no período de pródromos do parto, intraparto; uma hora e três dias pós-parto. As amostras de sangue serão colhidas para análise do perfil antioxidante [dosagem das enzimas superóxido dismutase, glutationa peroxidase e glutationa reduzida; e determinação do status antioxidante total do soro (TAS)] e do estresse oxidativo (dosagem da peroxidação lipídica e da oxidação de proteínas). Os neonatos serão avaliados quanto ao escore Apgar aos 0, 5 e 60 minutos do nascimento; avaliação clínica às 12 e 24 horas, e ao 3º dia do nascimento; lactatemia sanguínea, oximetria de pulso, determinação do perfil antioxidante e do estresse oxidativo aos 0, 60 minutos, às 12, 24 horas e ao 3º dia do nascimento. Maiores estudos acerca do sistema antioxidante e do estresse oxidativo materno e neonatal em diferentes condições obstétricas, poderão contribuir para, futuramente, propor tratamentos antioxidantes de acordo com o tipo de parto. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALMEIDA, Leticia Lima de. Estado oxidativo de neonatos e fêmeas caninas no periparto vaginal eutócico ou cesariana eletiva. 2018. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.