Busca avançada
Ano de início
Entree

Circadianismo e epilepsia controlada: a influência dos sintomas depressivos e ansiosos

Processo: 16/21009-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Kette Dualibi Ramos Valente
Beneficiário:Sara Terrim
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epilepsia   Ritmo circadiano   Distúrbios do sono   Depressão   Ansiedade   Neurologia

Resumo

A relação entre a epilepsia e as alterações do sono vem sendo estudada, em especial a influência da epilepsia sobre o ritmo circadiano. Sabe-se que a presença de crises epilépticas está positivamente relacionada a alterações da qualidade de sono e, consequentemente, modificações do circadianismo. Além disso, é importante considerar que fatores relacionados à epilepsia e ao seu tratamento contribuem de forma significativa para as mudanças no padrão e arquitetura do sono, e são determinantes de uma má qualidade de sono. Portanto, o estudo de pacientes com crises muito frequentes e em uso de politerapia apresentam múltiplos fatores confusionais que limitam conclusões relevantes. Há uma escassez de estudos com amostras homogêneas de pacientes fármaco responsivas em monoterapia. A presença de sintomas psiquiátricos, especialmente os sintomas de depressão e ansiedade, são comuns nos pacientes com epilepsia e têm grandes implicações na qualidade do sono. A fim de compreendermos o impacto dos sintomas de depressão e ansiedade na qualidade do sono e no circadianismo dos pacientes com epilepsia, faz-se necessário o estudo de uma amostra homogênea com epilepsia controlada com monoterapia, como será realizado neste projeto. Este estudo tem o objetivo de verificar a associação dos escores nos sintomas depressivos com os escores dos questionários sobre o ritmo circadiano nos pacientes com epilepsia controlada. A análise será feita entre pacientes com epilepsia controlada com e sem sintomas depressivos e ansiosos e controles, através da aplicação de escalas que avaliam a qualidade de sono, o perfil circadiano e a ocorrência de sintomas depressivos e ansiosos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.