Busca avançada
Ano de início
Entree

Vulnerabilidade e proteção em crianças nascidas pré-termo: práticas educativas parentais e prevenção de problemas de comportamento

Processo: 17/03493-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Convênio/Acordo: Fundação Maria Cecília Souto Vidigal
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Martins Linhares
Beneficiário:Camila Regina Lotto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/50502-8 - Vulnerabilidade e proteção em crianças nascidas pré-termo: práticas educativas parentais e prevenção de problemas de comportamento, AP.R
Assunto(s):Análise do comportamento   Temperamento   Recém-nascido prematuro   Psicologia do desenvolvimento   Práticas de criação infantil   Estudo comparativo

Resumo

O presente projeto inclui dois estudos integrados a saber: Estudo 1 - Objetivo: examinar os indicadores de temperamento e de comportamento de crianças nascidas pré-termo em comparação a crianças nascidas a termo (saudáveis e sem condição de vulnerabilidade biológica no início do desenvolvimento) nos três primeiros anos de idade. Metodologia: 100 crianças, sendo 50 nascidas pré-termo e 50 a termo, de 18 a 36 meses, e suas respectivas mães. Os problemas de comportamento serão avaliados pelo Child Behavior Checklist e o temperamento pelo Early Childhood Behavior Questionnaire. Estudo 2 - Objetivo: avaliar a efetividade de um programa de intervenção de práticas educativas maternas para fortalecer práticas positivas e prevenir violência intrafamiliar contra à criança na primeiríssima infância, além de prevenir problemas de comportamento das crianças, em amostras de mães de crianças nascidas pré-termo em condição de vulnerabilidade. Metodologia: 50 mães de crianças nascidas pré-termo que passarão por um programa de intervenção preventiva para fortalecimento de práticas educativas parentais positivas, eliminação de violência e maus-tratos contra crianças e redução de problemas de comportamento das crianças, na fase de 24 a 36 meses. Será aplicado o programa ACT- Para educar crianças em ambientes seguros da APA (sessões filmadas). Serão realizadas avaliações pré- e pós-intervenção. A práticas educativas maternas serão avaliadas pelas escalas do programa ACT e Parenting and Families Adjustment Scales. Os problemas de comportamento das crianças serão avaliados pelo Strengths and Difficulties Questionnaire. O temperamento materno também será avaliado pelo Adult Temperament Questionnaire. As avaliações de ambos os estudos serão feitas em entrevistas com as mães. Serão processadas as análises estatísticas dos dados do tipo descritiva, inferencial e de associações entre variáveis (SPSS; pd 0,05). (AU)