Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da resposta das células t CD8+ antígeno-específicas após tratamento com 5-aza-2'-deoxycytidine

Processo: 17/03019-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 03 de julho de 2017
Vigência (Término): 02 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunogenética
Pesquisador responsável:João Gustavo Pessini Amarante Mendes
Beneficiário:Felipe Campos de Almeida
Supervisor no Exterior: Daniel Diniz de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University Health Network (UHN), Canadá  
Vinculado à bolsa:15/25699-2 - Avaliação do tratamento in vivo com agentes demetilantes do DNA sobre a função e o desenvolvimento de células TCD8 efetora, BP.MS
Assunto(s):Epigênese genética   Neoplasias

Resumo

Câncer é o resultado de uma série de eventos que altera as propriedades normais das células. Estas células começam a se proliferar descontroladamente, invadindo tecidos e prejudicando a função de um dado sistema do corpo. As células cancerígenas também possuem a habilidade de evadir o sistema imune em um mecanismo chamado de imunoedição. Dessa forma, as maiores buscas atualmente são por tratamentos, no qual o sistema imune possa voltar a reconhecer as células cancerígenas. Assim sendo, além das imunoterapias, na qual foram um dos maiores avanços dos últimos anos, as mudanças epigenéticas parecem ser um outro alvo chave para tratamento dessa doença. O que se acredita atualmente é que os genes supressores tumorais estão metilados nas células cancerígenas e que os agentes demetilantes do DNA agiriam por re-induzir a expressão destes genes. No entanto, recentemente, foi mostrado que essas drogas induzem a expressão de genes retrovirais endógenos que se dobram em RNA dupla fita levando as células a serem reconhecidas como células infectadas por vírus. Esse processo faz com que as células cancerígenas se tornem mais imunogênicas desencadeando uma resposta imune mais efetiva. Entretanto, muito pouco é conhecido sobre a ação dos agentes demetilantes do DNA in vivo nas células T CD8+. Dessa forma, esse projeto objetiva por uma caracterização global das células T CD8+ após tratamento com 5-aza-2-deoxycytidine in vivo. Nós iremos imunizar os camundongos com adenovírus recombinante carregando a proteína da ovalbumina e trata-los ou não com 5-aza-2-deoxycytidine. Depois, nós iremos isolar as células T CD8 antígeno-específica e realizar analises de transcriptoma (RNAseq and qPCR) e metiloma (ensaio de metilação) juntamente com outras avaliações como a produção de citocinas (ICS e ELISA) e atividade proliferativa dessas células.