Busca avançada
Ano de início
Entree

Idade e duração do magmatismo ácido na Província Magmática Paraná a partir de datações 40Ar-39Ar em sanidina e U-Pb em zircão e badeleíta

Processo: 16/23266-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Valdecir de Assis Janasi
Beneficiário:Brenda Chung da Rocha
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/24872-3 - Revisando a idade do magmatismo máfico intrusivo na Província Magmática Paraná através de geocronologia U-Pb de alta precisão, BE.EP.PD   17/18220-8 - Refinamento da cronoestratigrafia do magmatismo silícico na Província Magmática Paraná utilizando a técnica de datação U-Pb CA-ID-TIMS em zircão, BE.EP.PD
Assunto(s):Geocronologia   Magmatismo   Rochas vulcânicas   Paraná

Resumo

O pequeno intervalo de tempo (2-4 Ma) em que se formou o impressionante volume de rochas vulcânicas da Província Magmática Paraná (~800.000 km3) requer o uso de técnicas geocronológicas de elevada precisão (>> 0.5 Ma) para a determinação de sua cronoestratigrafia e, assim, o correto estabelecimento de sua história geológica. Entre os melhores marcadores temporais disponíveis destacam-se as rochas vulcânicas de caráter silícico (>65% SiO2), de composição dacítica, traquidacítica e riolítica, que ocorrem em posições estratigráficas diversas ao longo de grande parte da história da Província. Diferentemente dos basaltos, que predominam largamente, as rochas silícicas de maior cristalinidade, podem fornecer sanidina, mineral ideal para a datação 40Ar/39Ar de elevada precisão devido ao seu elevado teor de K, e zircão e/ou badeleíta, que podem gerar idades U-Pb com incertezas melhores que 0.5 Ma quando usada a metodologia ID-TIMS. Para tanto, foram selecionadas doze amostras provenientes de áreas-chave estudadas em detalhe por pesquisadores colaboradores da USP e UNESP, possibilitando assim a datação de todos os tipos e subtipos de vulcânicas silícicas da Província: subtipos Ourinhos e Guarapuava do tipo Chapecó (64-68% SiO2; 0,95-1,59% TiO2), e subtipos Clevelândia, Santa Maria, Anita Garibaldi, Barros Cassal, Caxias do Sul e Jacuí do tipo Palmas (64-72% SiO2; 0,57-1,23% TiO2). As análises 40Ar/39Ar em sanidina serão realizadas no Laboratório Argônio-Argônio (CPGeo, USP), enquanto análises U-Pb ID-TIMS de amostras que fornecerem zircão e/ou badeleíta serão conduzidas no Radiogenic Isotope Facility (Universidade de Alberta, Canadá). Desta forma, pretende-se refinar a cronoestratigrafia completa das rochas vulcânicas silícicas da PMP, e assim contribuir para identificar a idade e duração dos eventos magmáticos que a constituem, com implicações diretas para a compreensão dos processos responsáveis pela ruptura do Gondwana e abertura do Oceano Atlântico Sul. (AU)

Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (2 total):
National Post (Canadá): Huge volcanic eruption didn't cause climate change and mass extinction 140 million years ago (31/Mar/2021)
The Conversation (EUA): Huge volcanic eruption didn't cause climate change and mass extinction 140 million years ago (30/Mar/2021)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROCHA, BRENDA C.; DAVIES, JOSHUA H. F. L.; JANASI, VALDECIR A.; SCHALTEGGER, URS; NARDY, ANTONIO J. R.; GREBER, NICOLAS D.; LUCCHETTI, ANA CAROLINA F.; POLO, LIZA A. Rapid eruption of silicic magmas from the Parana magmatic province (Brazil) did not trigger the Valanginian event. GEOLOGY, v. 48, n. 12, p. 1174-1178, DEC 2020. Citações Web of Science: 0.
CIOFFI, CAUE RODRIGUES; CAMPOS NETO, MARIO DA COSTA; MOLLER, ANDREAS; ROCHA, BRENDA CHUNG. Titanite petrochronology of the southern Brasilia Orogen basement: Effects of retrograde net-transfer reactions on titanite trace element compositions. LITHOS, v. 344, p. 393-408, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.