Busca avançada
Ano de início
Entree

Relacionando os traços ecológicos de mamíferos neotropicais com a defaunação

Processo: 17/03093-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Mauro Galetti Rodrigues
Beneficiário:Francielly Cristina Aparecida Cardoso
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/01986-0 - Consequências ecológicas da defaunação na Mata Atlântica, AP.TEM
Assunto(s):Mamíferos   Densidade populacional   Banco de dados   Região neotropical

Resumo

Quais fatores afetam a densidade de uma espécie na natureza é um dos assuntos mais explorados na ecologia. Muitos estudos têm apontado uma forte relação negativa entre a densidade de uma espécie e seu tamanho corpóreo, ou seja, quanto maior o animal, menor é sua densidade. Essa relação alométrica pode variar entre regiões, mas tem sido pouco explorado o papel do homem nessa relação. A maioria das densidades dos mamíferos de grande porte são hoje determinadas por fatores antrópicos, como caça fragmentação e outros distúrbios. Esse projeto analisará um banco de dados de densidades dos mamíferos terrestres com suas características biológicas e ecológicas em distintos locais nos Neotrópicos. Vamos testar como os distintos distúrbios antrópicos como a defaunação e fragmentação alteram na relação entre o tamanho corpóreo e a densidade animal. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.