Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação entre a análise biomecânica de testes funcionais de joelho com o desempenho no dinamômetro isocinético em atletas de futsal

Processo: 17/01828-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Pereira Santiago
Beneficiário:Arthur Manzini Vieira
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Joelho   Biomecânica   Cinemática   Força muscular   Futebol de salão

Resumo

O futsal é um esporte com amplos relatos de lesões do membro inferior, sendo a articulação do joelho uma das mais acometidas. Drop Vertical Jump (DVJ) e Single Hop Test (SHT) são testes que analisam alterações no joelho para prevenir lesões em atletas de futsal profissional. Entretanto, na literatura, é escasso o número de trabalhos que correlacionem testes de joelho com o Dinamômetro Isocinético (ISO). Assim, o objetivo do estudo é comparar as variáveis biomecânicas dos membros inferiores (MI) no DJV e no SHT e correlacionar com o ISO, em atletas de futsal. Participarão 15 atletas do sexo masculino, idade de 18 a 35 anos, que irão realizar o DVJ (com auxílio de um caixote de 40cm de altura) o SHT (salto unipodal) e o teste muscular ISO. Duas plataformas de força Bertec estarão localizadas no momento de aterrisagem do DVJ e do salto no SHT. O ISO seguirá um protocolo de três séries de 5, 10 e 20 repetições, nas velocidades de 60°. s-¹, 180°. s-¹ e 300°. s-¹. Vinte e um marcadores retrorefletivos serão colocados no MI, além de 4 sensores de eletromiografia (EMG). As analises serão processadas no software MatLab para obter velocidades angulares do joelho, ângulos de rotação, pico de força de reação do solo através das plataformas e os sinais da ativação muscular captadas pelo EMG. Através do software da Biodex será obtido o pico de torque e índice de simetria da musculatura extensora e flexora do MI (relação I/Q). Em caso de aceite da bolsa FAPESP, existe interesse da bolsa BEPE. A análise estatística será através da correlação de Pearson e test t pareado. O nível de significância será de p < 0,05. (AU)