Busca avançada
Ano de início
Entree

Reguladores vegetais e nutrição mineral na formação de mudas de maracujazeiro-doce

Processo: 16/21252-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Daniel Baron
Beneficiário:Glauco Henrique Pinheiro Maciel
Instituição-sede: Centro de Ciências da Natureza (CCN). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Campus de Lagoa do Sino. Buri , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição vegetal   Passiflora   Fisiologia vegetal   Hormônios vegetais   Crescimento vegetal

Resumo

Estudos voltados para técnicas de propagação do maracujá-doce (Passiflora alata Curtis) se mostram de extrema importância devido a seu grande apelo econômico, além, é claro, por se tratar de alternativas para contornar as limitações encontradas devido sua altíssima variabilidade entre plantas, podendo assim reduzir o tempo de formação da muda em viveiro e, portanto, o emprego de substrato estéril é indispensável à aplicação e avaliação dos reguladores de forma isolada e a interação destes com os elementos minerais. O objetivo deste estudo será avaliar o crescimento vegetativo de mudas de maracujazeiro-doce antes e após a aplicação de reguladores vegetais, tais como a Cinetina, Ácido giberélico e Ácido indol-3-butírico, e a possível interação destes com variações da solução nutritiva completa de 'Hoagland e Arnon nº2'. Desta forma será testada a hipótese científica que a interação dos reguladores vegetais com a solução nutritiva, contendo os elementos minerais essenciais, proporcionará um satisfatório equilíbrio nutricional e hormonal possibilitando a formação mais uniforme de mudas. Os tratamentos serão constituídos pela variação da concentração iônica de solução nutritiva e a aplicação foliar de reguladores vegetais. O delineamento experimental será em blocos casualizados composto por 06 tratamentos totalizando 20 repetições de 01 planta cada e as coletas de amostras serão realizadas aos 60 e 90 dias após a semeadura (D.A.S). Os dados serão submetidos ao teste de homegeneidade entre as variâncias e análise de variância (ANOVA) e, se necessário, suas médias comparadas pelo Teste de média Tukey, a nível de significância de 5% (p<0,05). Palavras-chave: crescimento de mudas; hormônios vegetais; nutrição vegetal; Passiflora; solução nutritiva. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.