Busca avançada
Ano de início
Entree

"Criaturas prodigiosas" (Terata e Thaumata/Thomata) em fontes textuais do século V a.C

Processo: 16/26069-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Christian Werner
Beneficiário:Camila Aline Zanon
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/05195-8 - Projeto de pesquisa para a Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE) na Universidade de Oxford, complementar ao projeto de pesquisa no país "criaturas prodigiosas (Terata e Thaumata/Thomata) em fontes textuais do século v A.C.", BE.EP.PD
Assunto(s):Literatura grega clássica   Narrativa   Mitologia grega   Monstros   Antropomorfismo

Resumo

Deuses, heróis e monstros são três categorias costumeiramente usadas para classificar seres presentes no que se convencionou chamar "mitologia grega", um complexo sistema que integra narrativas, crenças religiosas e práticas sociais. Entretanto, "monstro" não é uma categoria válida para pensar aquelas criaturas que, assim denominadas modernamente, figuram no discurso mitopoético de Homero e de Hesíodo: primeiro, porque "monstro" não é uma categoria taxonômica presente na poesia hexamétrica arcaica; segundo, porque tais criaturas estão ligadas, de um lado, ao âmbito do extraordinário, que, por sua vez, está intrinsecamente ligado ao âmbito divino, e, por outro, porque a terminologia empregada nessa poesia remete a um sistema oracular de adivinhação pela leitura de prodígios, características ausentes da noção moderna de monstro. Em vista disso, pretende-se investigar se há ou não mudança na atitude em relação àquilo que modernamente referimos como monstruoso nas narrativas posteriores às homéricas e hesiódicas, mais precisamente as que datam do Período Clássico (séc. V a.C.), com foco naquelas presentes nas Histórias de Heródoto, obra em que o autor descreve alguns povos e criaturas fantásticos, e nas tragédias que se apropriam das narrativas mitológicas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.