Busca avançada
Ano de início
Entree

Remodelamento vascular e parenquimatoso pulmonar induzido pela paracoccidioidomicose experimental

Processo: 16/23933-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Alexandre Todorovic Fabro
Beneficiário:Sabrina Setembre Batah
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Paracoccidioidomicose   Hipertensão pulmonar   Fibrose pulmonar   Células-tronco mesenquimais   Remodelação das vias aéreas

Resumo

A paracoccidioidomicose é uma micose sistêmica endêmica no Brasil. Sua principal questão clínica atual é a fibrose pulmonar residual pós tratamento antifúngico. A ativação miofibroblástica e deposição de matriz extracelular são processos críticos relacionados a resposta imune Th17 determinantes do desarranjo arquitetural e remodelamento. O colágeno V é o único imunogênico associado a resposta Th17 nas doenças pulmonares. O resultante espessamento fibroso da adventícia pode contribuir com a hipertensão pulmonar. O tratamento com célula tronco mesenquimal é uma possibilidade terapêutica para a reversão da fibrose pulmonar. Nosso objetivo é determinar o padrão de remodelamento parenquimatoso e vascular em um modelo experimental de fibrose pulmonar induzido por 2 distintas espécies de Paracoccidioidomicose tratados ou não com células tronco mesenquimais e seu impacto na hipertensão pulmonar. A perspectiva clínica futura seria demonstrar a necessidade de uma rotina diagnóstica para hipertensão pulmonar e abrir novas opções terapêuticas para a reversão da fibrose pulmonar. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.