Busca avançada
Ano de início
Entree

A obra sobre preexistencia industrial, o teatro de Lina Bo Bardi a Brasil arquitetura: o desígnio do Polytheama e do engenho

Processo: 16/01250-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Projeto de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Hélio Hirao
Beneficiário:Juliana Morassutti Vilares de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Arquitetos   Projeto de arquitetura   Intervenção urbana

Resumo

Os projetos de intervenções sobre estruturas urbanas e arquitetônicas utilizando práticas de conservação, manutenção, reconstrução, demolições, adições e inovações implicam em alterações na preexistência edificada e, a tomada de uma decisão projetual precipitada pode levar a perdas irreparáveis. Essas intervenções exigem uma maior capacidade de interpretação das formas, além de considerar os aspectos formais e documentais da obra. A pesquisa visa investigar o processo de concepção do projeto urbano e arquitetônico contemporâneo, a partir das reflexões sobre as práticas da intervenção arquitetônica em patrimônios industriais de interesse de preservação. Desse modo, estuda a obra de intervenção adequada para o Teatro contemporâneo verificando a permanência dos princípios projetuais adotados por Lina Bo Bardi no Teatro Polytheama em Jundiaí, de 1986 e na obra do Teatro do Engenho em Piracicaba, de 2009, dos arquitetos do Brasil Arquitetura, seus discípulos, e estagiários de seu escritório. Busca, assim investigar sobre os fundamentos projetuais utilizados, usando como referência analítica, os princípios da teoria da restauração e as diretrizes das cartas patrimoniais internacionais para verificar as preocupações com a preservação do caráter histórico e arquitetônico da obra. Desta forma, visa levantar todo o processo da obra, desde a documentação, entrevistas com a população e autores do projeto, até a verificação in loco das edificações e seu uso e apropriação existente para analisar e refletir sobre a validade das intervenções realizadas, ao examinar os critérios projetuais, indicando desígnios possíveis para contextos socioeconômicos e culturais semelhantes das cidades médias paulistas. (AU)