Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação da inversão de dados GPR no mapeamento de biomassa subterrânea através da tomografia de micro-ondas

Processo: 16/25929-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Convênio/Acordo: NERC, UKRI ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil
Pesquisador responsável:Jorge Luís Porsani
Beneficiário:Emerson Rodrigo Almeida
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/50488-5 - Nordeste: uma nova ciência para um importante, porém negligenciado bioma, AP.SPEC
Assunto(s):Geofísica aplicada   Caatinga

Resumo

O método GPR-Radar de Penetração no Solo tem sido amplamente usado por pesquisadores na localização de objetos no subsolo devido à sua alta resolução e rápida aquisição de dados. Até o final da década de 1990 raízes de árvores eram tratadas como fontes de ruído e eram descartadas como anomalias de interesse nos radargramas. Este cenário mudou na última década, quando pesquisadores começaram a empregar o método GPR como uma ferramenta não invasiva para mapeamento sistemático da biomassa subterrânea. Conhecer e quantificar esta biomassa é de interesse de biólogos e engenheiros florestais, visto que há uma relação desta com a assimilação de carbono atmosférico e seu armazenamento no subsolo. Este projeto de pesquisa propõe uma nova metodologia para mapeamento da biomassa subterrânea empregando a inversão de dados GPR através da formulação da tomografia de micro-ondas. Este problema inverso visa estimar aproximadamente a geometria e a distribuição espacial de alvos no subsolo. Desta forma, este projeto irá avaliar a tomografia de micro-ondas como uma ferramenta adicional para mapeamento da biomassa subterrânea e proporcionar uma contribuição para esta linha de pesquisa. Este projeto é proposto como parte do processo FAPESP nº 2015/50488-5. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.