Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da defaunação sobre interações solo-planta em florestas tropicais

Processo: 16/25197-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Mauro Galetti Rodrigues
Beneficiário:Claudia Pandolfo Paz
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/01986-0 - Consequências ecológicas da defaunação na Mata Atlântica, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/16697-4 - Dispersão e diversidade de fungos arbusculares micorrízicos na Mata Atlântica, BE.EP.PD
Assunto(s):Fungos micorrízicos   Mata Atlântica

Resumo

A perda de engenheiros do ecossistema pode levar a mudanças ecológicas que podem afetar até mesmo os mais baixos níveis tróficos. Fungos micorrízicos do solo interagem com mais do que 80% de todas as plantas, formando associações mutualísticas que são essenciais para a manutenção dos ecossistemas. Apesar dos avanços substanciais na ecologia microbiana, ainda há uma grande lacuna de conhecimento sobre a diversidade de fungos do solo e os fatores que afetam sua distribuição e os serviços ecossistêmicos, particularmente nas florestas tropicais hiper-diversas. Neste trabalho, propomo-nos a examinar como a defaunação, referida aqui como a perda de grandes mamíferos herbívoros tais como antas (Tapirus terrestres) e queixada (Tayassu pecari) interfere na diversidade e distribuição de comunidades de fungos micorrízicos arbusculares (AM). Para alcançar nossos objetivos, vamos coletar fezes de diferentes espécies de mamíferos e amostras de solo e raízes finas para, por meio de contagem e identificação de fungos por esporos e sequências de DNA, responder a três questões principais: (1) Pequenos e grandes mamíferos são importantes dispersores de esporos de fungos micorrízicos na Mata Atlântica? (2) A perda de grandes herbívoros reduz a diversidade e abundância de associações micorrízicas? (3) A defaunação está relacionada com as perdas nos estoques de carbono através da redução da diversidade de fungos e abundância AM? Ao responder a estas perguntas, nosso objetivo é expandir o conhecimento sobre um componente enigmático, mas crucial da diversidade florestal e seu funcionamento, colocando também a dinâmica das interações de plantas e micro-organismos de solo no contexto da defaunação na Mata Atlântica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.