Busca avançada
Ano de início
Entree

Índice de qualidade do carboidrato: panorama da última década, relação com o status de micronutrientes e a resistência à insulina

Processo: 16/18742-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Regina Mara Fisberg
Beneficiário:Mariane de Mello Fontanelli
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/08268-6 - Índice de qualidade do carboidrato e fatores de risco cardiometabólicos em adolescentes, adultos e idosos residentes em São Paulo e nos Estados Unidos da América, BE.EP.DR
Assunto(s):Estudos transversais   Resistência à insulina   Polimorfismo de um único nucleotídeo   Micronutrientes   Inquéritos epidemiológicos   Epidemiologia nutricional

Resumo

Dietas com elevado índice glicêmico, ricas em carboidratos líquidos e refinados, mas pobres em fibras e grãos integrais estão relacionadas ao desenvolvimento de resistência à insulina e à inadequação das recomendações nutricionais de micronutrientes. Por outro lado, as vitaminas B6, C e E e os minerais magnésio e zinco desempenham papel na etiologia da resistência à insulina, por atuarem em vias essenciais para a normal resposta metabólica da insulina. O objetivo do presente estudo é investigar a relação entre o índice de qualidade do carboidrato e status de micronutrientes e a resistência à insulina em adolescentes, adultos e idosos residentes do município de São Paulo. Serão utilizados dados provenientes do Inquérito de Saúde de São Paulo realizado nos anos de 2003, 2008 e 2015. Trata-se de um estudo transversal de base populacional com amostra representativa de adolescentes, adultos e idosos residentes em domicílios permanentes do município. Dados demográficos, socioeconômicos, antropométricos e de estilo de vida foram coletadas em visitas domiciliares e por inquérito telefônico. O consumo alimentar foi investigado por meio da aplicação de dois recordatórios alimentares de 24 horas. A qualidade do carboidrato será avaliada por meio de um índice que leva em consideração quatro aspectos do nutriente: fibra total; índice glicêmico; razão grãos integrais / (grãos integrais + grãos refinados ou seus produtos); razão carboidrato sólido / (carboidrato sólido + carboidrato líquido). Serão avaliados polimorfismos de nucleotídeo único relacionados à resistência à insulina que serão considerados como ajuste nas análises. A relação entre o índice de qualidade do carboidrato, o status das vitaminas B6, C e E e dos minerais zinco e magnésio nutricionais e a resistência à insulina será investigada por meio da análise de equação estrutural. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.