Busca avançada
Ano de início
Entree

TRANSCRIPTOMA DE ESPERMATOGÔNIAS TRONCO DE ZEBRAFISH (Danio rerio) SOB INFLUÊNCIA DO HORMÔNIO FOLÍCULO ESTIMULANTE (FSH)

Processo: 17/08274-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 22 de julho de 2017
Vigência (Término): 15 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros de Águas Interiores
Pesquisador responsável:Rafael Henrique Nóbrega
Beneficiário:Lucas Benites Doretto
Supervisor no Exterior: Adelino Vicente Mendonca Canario
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade do Algarve (UAlg), Portugal  
Vinculado à bolsa:16/12101-4 - Seleção, Cultura e Transcriptoma de espermatogônias tronco de zebrafish, Danio rerio: uma abordagem funcional e genômica, BP.MS
Assunto(s):Hormônio folículo estimulante   Transcriptoma   MicroRNAs   Biologia molecular   Peixe-zebra

Resumo

As espermatogônias tronco são células com características únicas nos organismosanimais. Estas células estão localizadas em regiões específicas do testículo conhecidascomo nichos espermatogoniais. Fatores de crescimento produzidos nos nichosespermatogoniais regulam o desenvolvimento das espermatogonias tronco, favorecendoora a autorrenovação ora a diferenciação. O balanço entre tais processos garante areprodução do indivíduo. Dados recentes da literatura têm mostrado que o Fsh(hormônio folículo-estimulante) é um importante hormônio que atua neste balanço(autorrenovação e diferenciação/proliferação). O Fsh atua nas células de Sertoli e nascélulas de Leydig, ambas elementos do nicho espermatogonial. Pelas células de Sertoli,o Fsh estimula a liberação de Igf3 (fator de crescimento semelhante à insulina 3) quepromove a proliferação e diferenciação espermatogonial na direção da meiose. Nestesentido, o Fsh também diminui a expressão do Amh (hormônio anti-Mülleriano) pelascélulas de Sertoli. O Amh é conhecido por bloquear diferenciação espermatogonial,mantendo as espermatogonias em seu estado quiescente. Além do mais, o Fsh tambémestimula a liberação de andrógenos através das células de Leydig, induzindo adiferenciação de espermatogônias. Entretanto, ainda são desconhecidas as modificaçõesgênicas que ocorrem nestas células (regulação gênica espermatogonial) na presença doFsh, como por exemplo, as células perdem sua pluripotência? Isso é mediado pormicroRNAs? Logo, o presente projeto tem como objetivo estudar o comportamentogênico de populações de espermatogônias tronco sob influência do Fsh através doisolamento das mesmas a fim de determinar os possíveis candidatos (mRNAs oumicroRNAs) que podem estar envolvidos nesse complexo pool gênico regulatóriopresente nas células tronco da linhagem germinativa masculina.