Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de manifestações patológicas em revestimentos externos de argamassa: edificações das áreas norte e central do campus

Processo: 16/21010-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 02 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Cesar Fabiano Fioriti
Beneficiário:Marcela Luana Sutti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/07649-6 - Caracterização de argamassas de revestimento históricas da fábrica la Ceramo em valência - Espanha, BE.EP.IC
Assunto(s):Edificações   Termografia   Revestimentos (construção civil)   Argamassa   Controle da qualidade

Resumo

Os revestimentos externos de argamassa constituem a primeira barreira aos agentes de degradação e, deste modo, são fundamentais para a durabilidade das construções. Ao longo da sua vida útil, os revestimentos sofrem perda do seu desempenho em serviço deixando de cumprir as funções que lhes são exigidas. A realização de inspeções in situ requer o conhecimento das características de desempenho dos revestimentos aplicados, que permitem avaliar o seu estado de degradação assim como dos mecanismos de degradação pelos quais são afetados. Além deste conhecimento, é também necessário compreender os princípios de funcionamento das técnicas de inspeção utilizadas, bem como os parâmetros que avaliam, de modo a facilitar a análise dos seus resultados. Diante do exposto, neste trabalho será realizada a inspeção visual, bem como serão utilizadas as técnicas de inspeções não intrusivas da termografia infravermelha, tubo de Karsten, umidímetro, determinação da dureza superficial com durômetro e identificação de sais solúveis com fitas colorimétricas para a avaliação in situ do desempenho físico de revestimentos de argamassa externos, em que as informações obtidas serão utilizadas na elaboração de uma análise das técnicas quanto às manifestações patológicas identificadas. Serão efetuadas campanhas de inspeção em edificações distintas das áreas norte e central do campus da Universidade Estadual Paulista - UNESP, de Presidente Prudente, que permitirá o estudo de paramentos com características construtivas (tipo de suporte, tipo de argamassa de revestimento, tipo de acabamento) diferentes, além da realização de ensaios em diferentes condições de inspeção durante o período. Se espera que a análise dos resultados obtidos possa comprovar a utilidade das técnicas de ensaio in situ, como complemento da inspeção visual, na avaliação de manifestações patológicas relacionadas a perda de desempenho físico em serviço de revestimentos de argamassa aplicados. (AU)