Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação do lactato e dos corpúsculos carotídeos nas alterações respiratórias de ratos submetidos ao exercício físico anaeróbico

Processo: 16/24869-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Celular
Pesquisador responsável:Davi José de Almeida Moraes
Beneficiário:Pedro Favoretto Spiller
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/10484-5 - Caracterização eletrofisiológica e molecular dos neurônios envolvidos na geração do ritmo e do padrão respiratório de ratos durante o desenvolvimento pós-natal, AP.JP
Assunto(s):Cálcio   Lactatos   Corpo carotídeo   Exercício físico   Ventilação pulmonar   Respiração (fisiologia)   Eletrofisiologia   Modelos animais

Resumo

Os quimiorreceptores periféricos localizados no seio carotídeo ou Corpúsculo Carotídeo são estruturas formadas pelas Células Glomus do tipo I, as quais são ativadas frente à redução na pressão parcial de oxigênio (hipóxia) no sangue arterial. Após a despolarização destas células, há um aumento da ventilação pulmonar por meio de respostas inspiratórias e expiratórias, além de alterações autonômicas e comportamentais. Durante condições de hipóxia o lactato produzido pela respiração anaeróbica parece ser responsável por estimular as Células Glomus do tipo I do Corpúsculo Carotídeo, elevando os níveis de cálcio intracelular e aumentando, consequentemente, a atividade do nervo do seio carotídeo, que transmitirá aos centros respiratórios localizados no tronco encefálico as informações recebidas. Com isso, supõe-se que o lactato atue como um sinalizador do estado metabólico dos tecidos, regulando, assim, respostas ventilatórias frente a desafios metabólicos. Visto isso, a hipótese do presente projeto é a seguinte: aumentos na concentração de lactato no sangue arterial de ratos decorrentes do exercício físico anaeróbico modificam a atividade das Células Glomus do tipo I do Corpúsculo Carotídeo e contribuem para as respostas ventilatórias durante o exercício físico. Para isso analisaremos se: (I) o aumento da concentração plasmática do lactato é capaz de promover respostas inspiratórias e expiratórias em ratos submetidos ao exercício físico anaeróbico por meio da ativação dos quimiorreceptores periféricos; (II) se o lactato promove alterações das propriedades eletrofisiológicas e na concentração intracelular de cálcio nas células Glomus do tipo I do Corpúsculo Carotídeo de ratos. Com este estudo poderemos obter mais informações sobre a importância do lactato para as alterações respiratórias do exercício físico, além de como o lactato pode modificar as propriedades eletrofisiológicas das células Glomus do tipo I do Corpúsculo Carotídeo de ratos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORAES, DAVI J. A.; DA SILVA, MELINA P.; SPILLER, PEDRO F.; MACHADO, BENEDITO H.; PATON, JULIAN F. R. Purinergic plasticity within petrosal neurons in hypertension. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-REGULATORY INTEGRATIVE AND COMPARATIVE PHYSIOLOGY, v. 315, n. 5, p. R963-R971, NOV 2018. Citações Web of Science: 2.
MAGALHAES, KAROLYNE S.; SPILLER, PEDRO F.; DA SILVA, MELINA P.; KUNTZE, LUCIANA B.; PATON, JULIAN F. R.; MACHADO, BENEDITO H.; MORAES, DAVI J. A. Locus Coeruleus as a vigilance centre for active inspiration and expiration in rats. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, OCT 23 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.