Busca avançada
Ano de início
Entree

Duas variações sobre modo de produção em Karl Marx: a ideologia alemã (1845-6) e os Grundrisse (1857-8)

Processo: 17/01178-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marcos Severino Nobre
Beneficiário:Olavo Antunes de Aguiar Ximenes
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/06615-3 - Modo de produção no contexto da MEGA-2 I/5 (die Deutsche Idéologie), BE.EP.DR
Assunto(s):Filosofia política

Resumo

Este projeto de doutorado tem por objetivo investigar a categoria de modo de produção no período de 1845 a 1857-8, tomando por base os textos Ideologia Alemã (1845-46) e os Grundrisse (1857-8). Nossa hipótese de leitura é de que o conteúdo desta categoria se alterou de uma obra para a outra. Em sua primeira formulação, que chamamos de modelo do materialismo histórico, a categoria de modo de produção surge na Ideologia Alemã no contexto de um "acerto de contas" com a consciência filosófica pregressas e da crítica das abstrações dos jovens hegelianos. Neste primeiro momento a categoria de modo de produção encontra-se desvinculada do conceito de capital, uma vez que Marx só elaborará seu próprio conceito de capital na década de 1850. Além disso, a categoria de modo de produção pareceria capaz de ser aplicada a qualquer período histórico e a qualquer formação econômica. Na segunda formulação, que chamamos de modelo de crítica da economia política, inaugurada pelos Grundrisse, Marx passa a articular a categoria de modo de produção ao conceito de capital. Nesta obra o autor descobre a forma mercadoria como alicerce tanto da apresentação quanto da própria sociabilidade, com isso a categoria de modo de produção passa a encontrar seu entendimento pleno somente com a formação econômica capitalista. Isso significaria, de acordo com Moishe Postone, que a aplicabilidade não só da categoria de modo de produção como também de outras categorias às formações socioeconômicas pregressas estaria suspensa, uma vez que Marx teria abandonado a noção de uma teoria com validade histórica geral. (AU)