Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização molecular de MTAP (Methylthioadenosine phosphorylase) e avaliação do seu potencial terapêutico em gliomas

Processo: 16/06833-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 14 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Rui Manuel Vieira Reis
Beneficiário:Weder Pereira de Menezes
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Glioma

Resumo

Os tumores que acometem o sistema nervoso central (SNC) correspondem a cerca de 2% de todos os tipos malignos descritos, no entanto, devido a elevada taxa de mortalidade, constituem um importante problema de saúde pública. Dentre os tumores de SNC, os gliomas são responsáveis por cerca de 70% deles, que podem ser divididos em distintos graus de malignidade. Os astrocitomas de grau IV, ou glioblastomas (GBM), correspondem a 50% dos casos e podem manifestar-se em qualquer idade, mas sobretudo adultos. A opção de tratamento padrão para os glioblastomas consiste em ressecção cirúrgica ampla, ou parcial seguida de um regime combinado de radioterapia e quimioterapia adjuvante, principalmente com a temozolamida (TMZ). Apesar do avanço terapêutico, a maioria dos casos continuam incuráveis e a ineficiência dos resultados clínicos deve-se principalmente a elevada capacidade infiltrativa desse tipo tumoral, assim como a resistência intrínseca aos fármacos utilizados. GBMs são tumores muito heterogêneos do ponto de vista molecular e apresentam diversas alterações, dentre elas, a deleção da região 9p21, onde está localizado o gene supressor tumoral, MTAP (Methylthioadenosine phosphorylase), que atua na via de poliaminas e na reciclagem de adenina e metionina. A falta desta proteína pode ser utilizada como uma nova estratégia de tratamento para glioblastomas, utilizando-se fármacos que atuem na via da síntese de novo de purinas. Neste contexto, a avaliação dos efeitos funcionais da perda de expressão de MTAP em linhagens celulares de GBM, assim como a busca por novas abordagens terapêuticas, como a combinação de inibidores específicos da via de síntese de novo, juntamente ao efeito da adição de moléculas adjuvantes, se mostra potencialmente importante e pode constituir um grande auxílio no conhecimento e desenvolvimento de novas linhas de tratamento para pacientes acometidos por esta doença fatal. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ABRAHAO-MACHADO, LUCAS FARIA; ANTUNES, BRUNO; FILIPPI, RENEE ZON; VOLC, SAHLUA; BOLDRINI, ERICA; MENEZES, WEDER P.; REIS, RUI M.; DE CAMARGO, OLAVO PIRES. Loss of MTAP expression is a negative prognostic marker in Ewing sarcoma family of tumors. BIOMARKERS IN MEDICINE, v. 12, n. 1, p. 35-44, JAN 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.