Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do metabolismo lipídico pós 'cicatriz imunológica' induzida por infecção gastrointestinal aguda

Processo: 17/02298-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Denise Morais da Fonseca
Beneficiário:Mirian Krystel de Siqueira
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/25364-0 - Cicatriz imunológica pós-infecção intestinal aguda e desenvolvimento de desordens metabólicas: estudo das interações entre a microbiota e sistema imunológico do mesentério, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):18/14562-4 - Contribuição da microbiota intestinal em alterações metabólicas induzidas após infecção aguda por Yersinia pseudotuberculosis, BE.EP.MS
Assunto(s):Yersinia pseudotuberculosis

Resumo

Nos últimos anos, o mundo tem vivido uma epidemia de obesidade que afeta populações de diferentes faixas etárias vivendo em diferentes áreas do globo. Obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e doenças metabólicas, em geral, são consideradas doenças complexas por terem um etiologia multifatorial. Durante muitos anos a etiologia de tais doença foi associada a uma combinação de fatores genéticos e ambientais (principalmente a alimentação). Contudo, hoje sabemos que existe um componente imunológico muito importante para a patogênese de tais doenças, particularmente no que diz respeito ao sistema imunológico associado à mucosa intestinal. A microbiota intestinal possui um papel ativo tanto na digestão e absorção de nutrientes como na regulação local e sistêmica do sistema imune. Sabe-se que quebra do equilíbrio microbiota/hospedeiro pode desencadear o desenvolvimento de doenças inflamatórias intestinais, alergias e enteropatias ambientais. Trabalhos recentes têm evidenciado uma importante conexão entre sistema imunológico e micro-organismos presentes no intestino no desenvolvimento de obesidade, doenças cardiovasculares e síndromes metabólicas. Alterações na composição da microbiota intestinal pode interferir no metabolismo do hospedeiro. Dessa forma, é possível que infecções do trato gastrointestinal que exercem impacto sobre a homeostase microbiota-sistema imunológico causem o desenvolvimento de doenças metabólicas. Em trabalho publicado recentemente pelo nosso grupo, mostramos que infecções agudas podem lesionar tecidos de maneira irreparável e tais lesões são mantidas por componentes da microbiota intestinal. Após controle da infecção experimental por Yersinia pseudotuberculosis, camundongos desenvolvem lesão permanente dos vasos linfáticos mesentéricos. Como os vasos linfáticos mesentéricos possuem uma função crucial para a absorção e transporte de lipídeos, estas lesões são caracterizadas pelo aumento da permeabilidade linfática e ao acúmulo de quilomicrons na cavidade peritoneal (ascite quilosa). Esse fenômeno pode interferir de maneira substancial na capacidade metabólica do hospedeiro, seja por alterar a rota de transporte lipídico ou por induzir inflamação local, visto que a linfa contendo quilomicrons possui propriedades pró-inflamatórias e adipogênicas. Dessa forma, o objetivo desse projeto é avaliar a absorção e metabolismo de lipídeos após infecção intestinal aguda por Y. pseudotuberculosis.