Busca avançada
Ano de início
Entree

Descrição comparativa de pelos-guarda e sub-pelos dos cervídeos brasileiros

Processo: 17/02021-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:José Maurício Barbanti Duarte
Beneficiário:Beatriz Fiochi Soares da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Morfologia animal   Veados   Pêlos de animal

Resumo

Tendo em vista a dificuldade da coleta de amostras biológicas de animais raros e de comportamento elusivo, a coleta e análise de pelos tem se mostrado uma boa alternativa para identificação e diferenciação entre as espécies animais. O presente estudo tem como objetivo descrever morfologicamente os pelos-guarda e sub-pelos de cervídeos que ocorrem no Brasil, buscando uma possível diferenciação entre as espécies por este método. Para tal, serão coletados os pelos de cinco regiões corporais (cabeça, pescoço, lateral do tórax, dorso médio e glúteo) de um casal de cada uma das espécies brasileiras de cervídeos. Serão selecionados três pelos de cada região corporal para que se realizem as análises. Assim, serão realizados procedimentos que culminarão na obtenção de imagens contendo os padrões cuticulares e medulares dos pelos. As imagens obtidas serão fotografadas ou ilustradas, para posterior descrição morfológica. Além disso, serão coletados dados quantitativos relacionados aos padrões medulares e cuticulares, tais como dados da espessura total dos pelos e da espessura da medula, área e perímetro das escamas, para posterior análise morfométrica das imagens obtidas. Será realizada a busca de características morfológicas únicas que discriminariam as regiões do corpo e as diferentes espécies. Também será realizada uma "Análise discriminante" dos dados quantitativos no sentido de viabilizar um método de identificação da espécie. Assim, os resultados visam proporcionar descrições morfológicas detalhadas dos pelos-guarda e sub-pelos de cervídeos que ocorrem no Brasil, gerando chaves de identificação das espécies e equações de análise discriminante para classificação de pelos encontrados a campo. (AU)