Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de instruções padronizadas na melhora da autoavaliação do estagiamento puberal pelas pranchas de Tanner

Processo: 17/01908-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Fisiológica
Pesquisador responsável:Sabine Pompéia
Beneficiário:Rafaella Sales de Freitas
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Adolescência   Puberdade   Sono   Hebiatria

Resumo

Durante a adolescência ocorre a maturação sexual, que progride com diferentes velocidades entre indivíduos e sexos, e altera vários outros processos fisiológicos como o perfil de sono e cronotipo. O padrão ouro para avaliar a maturação sexual é o estagiamento de Tanner por meio de avaliação clínica. Esse estagiamento também pode ser feito por autoavaliação, mas os métodos empregados para tanto não são padronizados internacionalmente e são raramente descritos nos trabalhos científicos, resultando em correspondências muito variáveis com a avaliação feita por equipes clínicas. O objetivo do presente estudo é desenvolver instruções padronizadas para auxiliar a autoavaliação pela escala de Tanner, comparar o estagiamento assim obtido com a avaliação clínica, com a autoavaliação sem instruções detalhadas, bem como relacionar esses estagiamentos com o desenvolvimento puberal em outra escala de autoavaliação, a Pubertal Development Scale, a ser adaptada para uso local. Pretende-se associar o desenvolvimento puberal a características demográficas e a alterações de cronotipo com uma Escala de Ritmo Circadiano para Jovens. Os participantes serão 100 adolescentes consecutivos atendidos em um Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente. Jovens de 10 a 16 anos serão abordados na sala de espera e alocados pseudoaleatoriamente (balanço por sexo) em dois grupos: autoavaliação de Tanner com instruções detalhadas e autoavaliação sem tais instruções. Após o preenchimento das escalas os jovens serão examinados como parte de suas consultas. O estagiamento determinado por médicos treinados será contrastado às avaliações dos jovens. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
POMPEIA, SABINE; VALVERDE ZANINI, GISLAINE DE ALMEIDA; DE FREITAS, RAFAELLA SALES; CABANA INACIO, LUANNA MARISTELLA; DA SILVA, FLAVIA CALANCA; DE SOUZA, GIOVANA RIBEIRO; DE SOUZA VITALLE, MARIA SYLVIA; NISKIER, SHEILA REJANE; COGO-MOREIRA, HUGO. Adapted version of the Pubertal Development Scale for use in Brazil. Revista de Saúde Pública, v. 53, 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.