Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da ingestão de juçara associada ou não à dieta hiperlipídica sobre a ativação de áreas do sistema nervoso central envolvidas na homeostase energética

Processo: 16/20475-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Camila Aparecida Machado de Oliveira
Beneficiário:Natália dos Reis
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema nervoso central   Obesidade   Dieta hiperlipídica

Resumo

A obesidade é um problema de saúde pública mundial, responsável pelo grande aumento do número de doenças crônicas não transmissíveis, com destaque para o diabetes mellitus. Nesse sentido, a busca por estratégias para combater ou tratar a obesidade tem grande valor. O fruto da palmeira juçara é rico em compostos fenólicos, com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Em estudo anterior, demonstramos que a juçara melhora a tolerância à glicose e a sensibilidade à insulina em camundongos obesos, além de reduzir o ganho de peso, efeito esse associado ao aumento do gasto energético. Contudo, a associação de juçara a uma dieta padrão aumentou tanto a ingestão alimentar quanto o peso corporal. Dessa forma, a extrapolação dos benefícios do consumo da juçara para a população em geral deve ser vista com cautela. Para melhor compreender as ações desse fruto, nosso objetivo será avaliar os efeitos da juçara sobre a ativação de neurônios de núcleos hipotalâmicos e do sistema dopaminérgico, responsáveis pelo controle da homeostase energética. Utilizaremos para esse fim, camundongos C57bl/6 alimentados com dieta padrão (C) ou hiperlipídica (H), em associação (CJ e HJ, respectivamente) ou não com juçara por 16 semanas. Ao término desse período, a expressão da proteína deltaFosB nas regiões supracitadas será analisada. (AU)