Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação funcional da retina de pacientes com glaucoma através do eletrorretinograma.

Processo: 17/01367-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Dora Selma Fix Ventura
Beneficiário:KALLENE SUMMER MOREIRA VIDAL
Supervisor no Exterior: Jan Kremers
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Friedrich-Alexander-Universität Erlangen-Nürnberg (FAU), Alemanha  
Vinculado à bolsa:15/22227-2 - Avaliação eletrofisiológica e psicofísica das funções visuais: estudo comparativo nas doenças de Alzheimer, neuropatia glaucomatosa e degeneração macular relacionada à idade, BP.PD
Assunto(s):Oftalmologia   Glaucoma

Resumo

O eletrorretinograma (ERG) é uma técnica não invasiva que permite o registro da atividade elétrica da retina. Ele tem sido utilizado para avaliar os diferentes circuitos celulares envolvidos no processamento visual na retina, podendo ser também uma ferramenta para elucidar os mecanismos fisiopatológicos de diversas doenças visuais como o glaucoma. O objetivo deste estudo é avaliar (1) a contribuição de cones L e M nos sinais elétricos registrados no ERG em pacientes com glaucoma e controles e (2) a influência da posição da retina na resposta elétrica oriunda dos sinas dos cones L e M na via magnocelular e parvocelular. Os participantes serão recrutados do Departamento de Oftalmologia do Hospital Universitário de Erlangen, e compararemos os resultados obtidos dos pacientes com glaucoma aos controles saudáveis pareados pela idade. Os estímulos de onda sinusoidal do isolamento de cones L e M serão criados através de quatro LEDs primárias usando paradigmas de substituição silenciosa tripla. Estímulos espacialmente restritos de 10 ° a 20 ° de diâmetro serão posicionados em diferentes locais da retina e as respostas aos estímulos de isolamento serão medidas em duas freqüências temporais: 12 Hz (para estudar a atividade parvocelular) e 36 Hz (para atividade magnocelular). Nossos resultados podem ajudar a elucidar quais sinais oriundos da atividade elétrica do isolamento de cones L e M refletem a atividade das vias magno e parvocelular no glaucoma. Os resultados também fornecerão uma melhor compreensão da distribuição espacial de sinais no ERG, permitindo a criação de um mapa funcional da retina, tanto em sujeitos saudáveis, como em portadores de glaucoma. A proposta apresentada poderá, ainda, ser um método objetivo e sensível para o diagnóstico precoce do glaucoma.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VIDAL, KALLENE SUMMER; AHER, AVINASH J.; VENTURA, DORA FIX; KREMERS, JAN. The spatial distribution of ERGs reflecting luminance and L-/M-cone-opponent signals. DOCUMENTA OPHTHALMOLOGICA, v. 142, n. 3 JAN 2021. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.