Busca avançada
Ano de início
Entree

A medida do consumo de oxigênio é suficiente para estimar o gasto energético durante o exercício intermitente de alta intensidade?

Processo: 17/07304-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 07 de agosto de 2017
Vigência (Término): 28 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Emerson Franchini
Beneficiário:Valéria Leme Gonçalves Panissa
Supervisor no Exterior: David H Fukuda
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Central Florida (UCF), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/11302-3 - Efeito da intensidade e do horário de realização do exercício sobre o apetite de homens com sobrepeso, BP.PD
Assunto(s):Fisiologia do exercício

Resumo

O exercício intermitente de alta intensidade (EIAI) tem sido considerado como uma ferramenta eficaz no controle e diminuição da gordura corporal. Embora ainda existam divergências algumas evidências apontam que esse efeito na redução da gordura corporal possa ocorrer em maior magnitude quando comparado a exercícios realizados em intensidade moderada. Muitos pesquisadores têm conduzido investigações com o objetivo de explicar essa superioridade na redução da gordura corporal e duas principais hipóteses foram levantadas até o presente momento, sendo uma delas explicada por um efeito na supressão do apetite, e a outra por uma elevação no consumo de oxigênio pós-exercício e consequentemente maior gasto energético total. Os resultados de ambas as hipóteses dependem de uma estimativa correta do gasto energético durante o exercício, principalmente do EIAI por ter com componente anaeróbio mais elevado em relação ao exercício de moderada intensidade e sabe-se que a contribuição anaeróbia é mais difícil de ser estabelecida e na maioria das vezes é negligenciada. Sendo assim, o objetivo do presente estudo será de comparar o gasto energético considerando a contribuição aeróbia e anaeróbia dos sistemas de transferência de energia, estimada por dois métodos distintos. Para isso, homens fisicamente ativos serão submetidos a seis sessões experimentais: na primeira será realizado um teste incremental para identificar a potência aeróbia máxima, nas sessões de 2 a 5 serão realizados testes submáximos a 40, 50, 60, 70, 75 80 e 85 e 90% da potência aeróbia máxima (dois testes por dia); esses testes fazem parte do cálculo da contribuição anaeróbia de um dos métodos da estimativa; e na última sessão os participantes realizarão um protocolo de EIAI (1 minuto na potência aeróbia máxima intercalado por um minuto de pausa passiva). No primeiro método a estimativa da contribuição anaeróbia será realizada através da fase rápida do excesso de consumo de oxigênio pós-exercício e do delta de lactato, no segundo método será utilizado o conceito de déficit de oxigênio. Em ambos os métodos a estimativa do sistema aeróbio será realizada através da integral do consumo de oxigênio. O gasto energético total pelos diferentes métodos será analisado através de teste t para amostras pareadas e o gasto relativo a cada sistema por uma análise de variância a dois fatores (método e tipo de sistema de transferência de energia).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo analisa número de ataques por minuto para melhorar desempenho de judocas  

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GONCALVES PANISSA, VALERIA LEME; JULIO, URSULA FERREIRA; ST-PIERRE, DAVID H.; DA SILVA GOMES, ALICIA TAVARES; CALDEIRA, RENAN SANTOS; LIRA, FABIO SANTOS; TAKITO, MONICA YURI; FRANCHINI, EMERSON. Timing of high-intensity intermittent exercise affects ad libitum energy intake in overweight inactive men. APPETITE, v. 143, DEC 1 2019. Citações Web of Science: 0.
JULIO, URSULA F.; PANISSA, VALERIA L. G.; CURY, RUBIANA L.; AGOSTINHO, MARCUS F.; ESTEVES, JOAO V. D. C.; FRANCHINI, EMERSON. Energy System Contributions in Upper and Lower Body Wingate Tests in Highly Trained Athletes. RESEARCH QUARTERLY FOR EXERCISE AND SPORT, v. 90, n. 2 MAR 2019. Citações Web of Science: 0.
CALDEIRA, RENAN SANTOS; GONCALVES PANISSA, VALERIA LEME; INOUE, DANIELA SAYURI; CAMPOS, EDUARDO ZAPATERRA; MONTEIRO, PAULA ALVES; GIGLIO, BRUNA DE MELO; PIMENTEL, GUSTAVO DUARTE; HOFMANN, PETER; LIRA, FABIO SANTOS. Impact to short-term high intensity intermittent training on different storages of body fat, leptin and soluble leptin receptor levels in physically active non-obese men: A pilot investigation. CLINICAL NUTRITION ESPEN, v. 28, p. 186-192, DEC 2018. Citações Web of Science: 1.
PANISSA, VALERIA L. G.; FUKUDA, DAVID H.; DE OLIVEIRA, FLAVIANE P.; PARMEZZANI, SERGIO S.; CAMPOS, EDUARDO Z.; ROSSI, FABRICIO E.; FRANCHINI, EMERSON; LIRA, FABIO S. Maximum Strength Development and Volume-Load during Concurrent High Intensity Intermittent Training Plus Strength or Strength-Only Training. JOURNAL OF SPORTS SCIENCE AND MEDICINE, v. 17, n. 4, p. 623-632, DEC 2018. Citações Web of Science: 0.
PANISSA, VALERIA L. G.; FUKUDA, DAVID H.; CALDEIRA, RENAN S.; GEROSA-NETO, JOSE; LIRA, FABIO S.; ZAGATTO, ALESSANDRO M.; FRANCHINI, EMERSON. Is Oxygen Uptake Measurement Enough to Estimate Energy Expenditure During High-Intensity Intermittent Exercise? Quantification of Anaerobic Contribution by Different Methods. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 9, JUL 9 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.