Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da pasteurização sobre a capacidade de a bactéria expressar genes de produção de toxinas diarreicas em leite contaminado experimentalmente com Bacillus cereus

Processo: 16/23141-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Inspeção de Produtos de Origem Animal
Pesquisador responsável:Ana Maria Centola Vidal
Beneficiário:Alenia Naliato Vasconcellos
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Toxinas   Bacillus cereus   Genes   Microbiologia   Reação em cadeia por polimerase (PCR)

Resumo

O Bacillus cereus é uma bactéria que possui ação enzimática e não só pode acarretar em problemas tecnológicos na cadeia produtiva do leite, mas também é uma ameaça à saúde pública uma vez que produz toxinas que podem causar uma síndrome diarreica. Tal bactéria tem como característica ser resistente a diversos tipos de tratamentos térmicos utilizados no processamento do leite e derivados, além de sintetizar biofilme e aderir à equipamentos e utensílios. Apesar dos genes relacionados com as toxinas produzidas pelo microrganismo já estarem descritos na literatura, não há estudos que avaliem como a expressão de tais genes pode ser afetada pela pasteurização do leite contaminado por B. cereus. Portanto, o objetivo desse projeto é determinar se a expressão dos genes relacionados à produção de toxinas diarreicas pode ser influenciada pela pasteurização de um leite previamente contaminado.