Busca avançada
Ano de início
Entree

Os sentidos do trabalho no comércio popular

Processo: 17/00154-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 10 de outubro de 2017
Vigência (Término): 15 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Jacob Carlos Lima
Beneficiário:Felipe Rangel Martins
Supervisor no Exterior: Christian Andre Marie Azais
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Conservatoire National des Arts et Métiers (Cnam), França  
Vinculado à bolsa:15/12742-7 - Do "camelô" informal ao microempreendedor: o desencantamento da condição salarial?, BP.DR
Assunto(s):Empreendedorismo   Sociologia do trabalho

Resumo

Este projeto apresenta uma proposta de Estágio de Pesquisa no Exterior a ser realizada no Laboratoire Interdisciplinaire de Sociologie Économique (LISE) - CNAM, sob a supervisão do Professor Christian Azaïs. Ao longo do estágio, tenho como objetivo avançar tanto teórica quanto metologicamente na análise das diferentes formas de se experienciar o trabalho no comércio popular em São Paulo, levando em conta a relação entre as trajetórias sociais dos sujeitos e o processo de engajamento no comércio popular, refletindo sobre como isso impacta nas distintas percepções e experiências dos trabalhadores. Parto de entrevistas e observações resultantes da pesquisa de doutorado ora em andamento acerca do trabalho no comércio popular na região do Brás, bairro do centro de São Paulo, que indicam que o processo de inserção nas atividades desse mercado, apesar de ter relações com a precariedade do mercado de trabalho, não é um movimento automático ou evidente, tendo em vista o estigma que persiste sobre essas ocupações. Isso torna pertinente o questionamento sobre como e em que condições ocorre o movimento de inserção dos sujeitos no comércio popular, numa perspectiva multiescalar que leve em conta os contextos sociais e disposições individuais, abordagem característica do LISE. Nesse sentido, o contato com pesquisadores e atividades desenvolvidas no âmbito do Lise contribuirá tanto teórica quanto metodologicamente para o desenvolvimento da investigação empreendida no doutorado, especialmente no que diz respeito aos trabalhos de Christian Azaïs, que destacam a importância de se analisar as "zonas cinzentas" no mundo do trabalho e processos de "hibridização", elementos que conduzem a contextos de incerteza e "institucionalização do vago". Ao longo do estágio, me dedicarei a pesquisas bibliográficas em língua francesa, assim como participarei de atividades e seminários promovidos pelo LISE, além de seminários e conferências realizados em outras instituições acadêmicas em Paris e nos arredores, como o Institut des hautes études de l'Amérique latine -IHEAL Paris 3, Ecole des hautes études en sciences sociales - EHESS, entre outras). mmmmm mm m m m m m m m m m m m m m m m