Busca avançada
Ano de início
Entree

Um estudo sobre a crença em milagres no Brasil Colonial (séculos XVI, XVII e XVIII)

Processo: 17/05380-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Jean Marcel Carvalho França
Beneficiário:Lucas de Almeida Semeão
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/14786-6 - Escritos sobre os novos mundos: uma história da construção de valores morais em Língua Portuguesa, AP.TEM
Assunto(s):Período Colonial (1500-1822)   Igreja   Milagres

Resumo

As ideias acerca da crença em intervenções divinas, realizadas através de pessoas consideradas santas ou de objetos considerados sagrados, estavam muito presentes no cotidiano das pessoas que viviam no Brasil dos séculos XVI, XVII e XVIII. Seja para resolver problemas de grande monta, como lutar contra as invasões francesas e holandesas, seja para resolver problemas simples do dia a dia, como encontrar um objeto perdido dentro de casa, o milagre era recorrentemente requerido pelo cristão. Esta pesquisa tem por objetivo realizar um mapeamento de alguns escritos em língua portuguesa (cartas, biografias devotas, crônicas e sermões), produzidos ao longo dos três primeiros séculos de vida da colônia, buscando localizar aí descrições de acontecimentos milagrosos ou reflexões acerca da crença em milagres. Paralelamente, procuraremos também responder o que era considerado milagre para os contemporâneos, quem os realizava e quem se propunha a narrar os tais acontecimentos milagrosos.