Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos antioxidantes do nitrito de sódio em modelo de hipertensão experimental em ratos

Processo: 16/22846-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Cardiorenal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Jose Eduardo Tanus dos Santos
Beneficiário:Jefferson Henrich Amaral
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse oxidativo   Hipertensão

Resumo

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) está associada a uma alta taxa de mortalidade devido as disfunções morfológicas e funcionais no aparelho cardiovascular. O aumento do estresse oxidativo e a redução da biodisponibilidade de óxido nítrico (NO) estão intimamente implicados nestas alterações decorrentes da HAS. Portanto, a busca por alternativas terapêuticas que diminuam o estresse oxidativo e aumentem a biodisponibilidade de NO é cada vez maior. Recentemente, estudos têm demonstrado que os metabólitos da oxidação do NO, os íons nitrato e nitrito, podem ser reduzidos novamente a NO e formar nitrosotióis em determinadas condições, conferindo valor biológico para estes íons antes considerados inertes. Nesta linha, nosso grupo e outros já demonstraram que o nitrito de sódio pode exercer atividade antioxidante e diminuir as espécies reativas do oxigênio, especialmente durante a hipertensão. Contudo, ainda é incerto como o nitrito pode exercer seus efeitos antioxidantes e anti-hipertensivos. O Nrf2 (Nuclear factor (erythroid -derived 2)-like 2) é considerado um regulador chave no sistema de defesas antioxidantes celulares já que genes ativados por ele asseguram a homeostase redox das células. Neste contexto, estudos demonstram que doadores de NO e espécies nitrosiladas podem ativar o Nrf2 por mecanismos ainda a serem explorados. Portanto, a hipótese do presente projeto é de que o tratamento com nitrito de sódio por via oral, ao formar nitrosotióis, favorece a ativação da via Nrf2 em vasos de resistência de animais hipertensos dois rins,um-clip (2R1C), este promove a transcrição de genes antioxidantes e assim efeito antioxidante, resultando na redução da vasoconstrição e da pressão arterial, o que ajudaria a explicaria, ao menos em parte, os efeitos anti-hipertensivos do nitrito. (AU)