Busca avançada
Ano de início
Entree

Biomecânica e aspectos funcionais do sistema musculoesquelético de corredores:efeito crônico de exercícios terapêuticos e do envelhecimento

Processo: 17/09331-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Isabel de Camargo Neves Sacco
Beneficiário:Amanda Cruz de Amorim
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/14810-0 - Biomecânica e aspectos funcionais do sistema musculoesquelético de corredores: efeito crônico de exercícios terapêuticos e do envelhecimento, AP.TEM
Assunto(s):Biomecânica   Corridas   Ensaio clínico   Idosos

Resumo

Contexto: O desempenho, particularmente em uma das mais populares práticas esportivas como a corrida, é tipicamente influenciado pelo estado do sistema musculoesquelético, quer pelo nível de treinamento e condicionamento das estruturas biológicas, ou pelo processo de envelhecimento. Quaisquer alterações na biomecânica do sistema musculoesquelético, particularmente dos pés e tornozelos, e na coordenação do movimento, influenciarão de forma abrangente a funcionalidade do corredor, independente de sua idade, predispondo-o em maior ou menor grau a lesões relacionadas e poderão ainda comprometer substancialmente sua qualidade de vida. Compreender os efeitos de uma abordagem terapêutica focada nos pés e do envelhecimento na biomecânica do andar e correr, na coordenação, força e funcionalidade dos músculos dos membros inferiores, contribuirá para a adoção de estratégias terapêuticas e preventivas mais eficientes para a população de adultos e idosos corredores. Objetivos: O objetivo principal desse temático é compreender os efeitos (1) da abordagem terapêutica ground-up; e (2) do envelhecimento na biomecânica do andar e correr, na coordenação de membros inferiores, na força e funcionalidade dos músculos dos membros inferiores e na prevenção de lesões relacionadas a corrida. Particularmente, (1) investigaremos os efeitos de um protocolo de exercícios terapêuticos para os pés na incidência de lesões relacionadas à corrida em membro inferior de corredores fundistas e (2) investigaremos como a coordenação do movimento é afetada pelo envelhecimento e pela prática de corrida. Métodos: No primeiro conjunto de experimentos, iremos realizar um ensaio clínico prospectivo randomizado e controlado em que parte dos sujeitos participarão de um protocolo de exercícios terapêuticos para o complexo tornozelo/pé. Todos os sujeitos serão avaliados em diferentes momentos quanto a funcionalidade dos pés, trofismo muscular, força do tornozelo e pé, e biomecânica da marcha e corrida. Num segundo conjunto de experimentos, iremos modelar e simular computacionalmente os movimentos de andar e correr de adultos jovens e idosos sedentários e corredores fundistas analisados experimentalmente para determinar torques articulares e forças musculares nos membros inferiores e seus padrões de coordenação. Resultados esperados: Pretendemos mostrar que o protocolo terapêutico proposto é uma abordagem inovadora e eficaz na diminuição de incidência de lesões em corredores, bem como buscamos mostrar pela primeira vez quais são os efeitos do envelhecimento e prática de corrida na coordenação do movimento de idosos.