Busca avançada
Ano de início
Entree

A qualidade dos queijos AOC da região da Auvérnia: um estudo sobre as relações entre mercado e pesquisa científica

Processo: 17/04320-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Rural
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Emilia Pietrafesa de Godoi
Beneficiário:Mayra Lafoz Bertussi
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/26302-7 - A qualidade dos queijos AOC da região da AUVÉRNIA: um estudo sobre as relações entre mercado e pesquisa científica, BE.EP.DR

Resumo

O projeto de pesquisa tem como escopo uma importante estratégia de valorização de produtos agroalimentares: as denominações de origem. As appellations d'origine contrôlée (AOC), versão francesa mais difundida, são um sistema de certificação baseado na noção de terroir cuja definição remete às especificidades geográficas, sociais e históricas do processo de manufatura de determinados produtos agroalimentares sustentando a proteção da origem como estratégia de valorização. A inserção desse sistema para além do território francês, como o reconhecimento das AOC junto a União Europeia e Organização Mundial do Comércio, desencadeou um processo de legitimação das AOC via intensificação de critérios produtivos. Considerando que esse contexto gerou uma série de disputas pela categorização da qualidade dos queijos, o projeto tem como objeto a construção social da qualidade dos queijos AOC da região francesa da Auvérnia. Para tanto, dois são os eixos de análise: o primeiro visa conhecer o papel da expertise científica no processo de legitimação das AOC, uma vez que se constatou a existência de uma rede cientistas e profissionais que trabalham pela promoção e desenvolvimento das AOC. O segundo eixo está interessado na recepção desses critérios pelos produtores de queijo e visa conhecer as propriedades sociais dos produtores que conseguem integrar sua produção em tal sistema de certificação. (AU)