Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel do exercício físico na via de sinalização molecular da clusterina/leptina em hipotálamo de camundongos obesos

Processo: 16/24406-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia do Esforço
Pesquisador responsável:Leandro Pereira de Moura
Beneficiário:Kellen Cristina da Cruz Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/07199-2 - Papel da clusterina/ApoJ na sinalização da insulina em resposta ao exercício físico em roedores e em humanos, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):19/19938-5 - Exercício aeróbio de curta duração e ação da ApoJ: comunicação entre fígado e hipotálamo, BE.EP.DD
Assunto(s):Exercício físico   Biologia molecular   Hipotálamo   Clusterina   Leptina   Obesidade   Homeostase   Modelos animais

Resumo

A obesidade é um dos principais problemas de saúde pública em diversos países e sua principal característica se dá pelo acúmulo exacerbado de gordura capaz de provocar repercussões nocivas em diversos tecidos do organismo. Na atualidade, a epidemia da obesidade afeta um número crescente de pessoas prejudicando os parâmetros de saúde e qualidade de vida, e, desta forma, ocasionando prejuízos econômicos e de desenvolvimento de muitas sociedades contemporâneas. No centro das atenções e com papel de destaque na manutenção da homeostase energética, o hipotálamo é a estrutura no sistema nervoso central responsável pelo ajuste fino das respostas neurais que regulam o controle da fome e do gasto energético através da comunicação coordenada de seus neurônios. No entanto, estudos experimentais revelaram que na obesidade os neurônios hipotalâmicos apresentam disfunção no sinal da leptina e outras biomoléculas de efeitos cruciais na homeostase energética. A ligação da leptina ao seu receptor de membrana (LepRb) em neurônios hipotalâmicos promove a fosforilação da Janus kinase 2 (JAK2) e do fator de transcrição STAT-3 induzindo a síntese de pró-opiomelanocortina (POMC) que produz o peptídeo anorexígeno alfa-melanócito estimulador (±- MSH) e ao transcrito relacionado à cocaína e à anfetamina (CART), importantes peptídeos responsáveis pelo controle energético. Participando deste fino controle da fome, a glicoproteína clusterina/apoliproteína e o seu receptor LRP2 foram recentemente sugeridos como co-reguladores na sinalização da leptina no hipotálamo e promover a fosforilação da JAK2 e subsequentemente aumento da POMC. Portanto, fatores capazes de regular tanto a via da leptina como da clusterina podem ser promissores no combate a obesidade. Dentre as ferramentas não farmacológicas, o exercício físico demostrou ser capaz de aumentar a sensibilidade à leptina no hipotálamo atenuando a hiperfagia de animais obesos induzido por dieta rica em gordura saturada. Tais efeitos positivos promovidos pelo exercício envolve a redução de biomoléculas relacionadas ao processo inflamatório de baixo grau e de estresse de retículo endoplasmático que prejudicam a sinalização da leptina no hipotálamo. Porém seus efeitos sobre a via de sinalização da leptina/clusterina são desconhecidos. Dessa maneira, se o exercício físico potencializar a interação das vias da leptina/clusterina no hipotálamo, a regulação desta via de sinalização pode se tornar um potencial alvo terapêutico para a obesidade. Assim, o objetivo desse estudo será investigar o papel do exercício físico na via de sinalização molecular da clusterina/leptina em hipotálamos de camundongos obesos controlando a homeostase energética. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA CRUZ RODRIGUES, KELLEN C.; PEREIRA, RODRIGO M.; DE CAMPOS, THAIS D. P.; DE MOURA, RODRIGO F.; DA SILVA, ADELINO S. R.; CINTRA, DENNYS E.; ROPELLE, EDUARDO R.; PAULI, JOSE R.; DE ARAUJO, MICHEL B.; DE MOURA, LEANDRO P. The Role of Physical Exercise to Improve the Browning of White Adipose Tissue via POMC Neurons. FRONTIERS IN CELLULAR NEUROSCIENCE, v. 12, MAR 28 2018. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.