Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel do exercício físico na via de sinalização molecular da clusterina/leptina em hipotálamo de camundongos obesos

Processo: 16/24406-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia do Esforço
Pesquisador responsável:Leandro Pereira de Moura
Beneficiário:Kellen Cristina da Cruz Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/07199-2 - Papel da clusterina/ApoJ na sinalização da insulina em resposta ao exercício físico em roedores e em humanos, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):19/19938-5 - Exercício aeróbio de curta duração e ação da ApoJ: comunicação entre fígado e hipotálamo, BE.EP.DD
Assunto(s):Exercício físico   Biologia molecular   Hipotálamo   Clusterina   Leptina   Obesidade   Homeostase   Modelos animais

Resumo

A obesidade é um dos principais problemas de saúde pública em diversos países e sua principal característica se dá pelo acúmulo exacerbado de gordura capaz de provocar repercussões nocivas em diversos tecidos do organismo. Na atualidade, a epidemia da obesidade afeta um número crescente de pessoas prejudicando os parâmetros de saúde e qualidade de vida, e, desta forma, ocasionando prejuízos econômicos e de desenvolvimento de muitas sociedades contemporâneas. No centro das atenções e com papel de destaque na manutenção da homeostase energética, o hipotálamo é a estrutura no sistema nervoso central responsável pelo ajuste fino das respostas neurais que regulam o controle da fome e do gasto energético através da comunicação coordenada de seus neurônios. No entanto, estudos experimentais revelaram que na obesidade os neurônios hipotalâmicos apresentam disfunção no sinal da leptina e outras biomoléculas de efeitos cruciais na homeostase energética. A ligação da leptina ao seu receptor de membrana (LepRb) em neurônios hipotalâmicos promove a fosforilação da Janus kinase 2 (JAK2) e do fator de transcrição STAT-3 induzindo a síntese de pró-opiomelanocortina (POMC) que produz o peptídeo anorexígeno alfa-melanócito estimulador (±- MSH) e ao transcrito relacionado à cocaína e à anfetamina (CART), importantes peptídeos responsáveis pelo controle energético. Participando deste fino controle da fome, a glicoproteína clusterina/apoliproteína e o seu receptor LRP2 foram recentemente sugeridos como co-reguladores na sinalização da leptina no hipotálamo e promover a fosforilação da JAK2 e subsequentemente aumento da POMC. Portanto, fatores capazes de regular tanto a via da leptina como da clusterina podem ser promissores no combate a obesidade. Dentre as ferramentas não farmacológicas, o exercício físico demostrou ser capaz de aumentar a sensibilidade à leptina no hipotálamo atenuando a hiperfagia de animais obesos induzido por dieta rica em gordura saturada. Tais efeitos positivos promovidos pelo exercício envolve a redução de biomoléculas relacionadas ao processo inflamatório de baixo grau e de estresse de retículo endoplasmático que prejudicam a sinalização da leptina no hipotálamo. Porém seus efeitos sobre a via de sinalização da leptina/clusterina são desconhecidos. Dessa maneira, se o exercício físico potencializar a interação das vias da leptina/clusterina no hipotálamo, a regulação desta via de sinalização pode se tornar um potencial alvo terapêutico para a obesidade. Assim, o objetivo desse estudo será investigar o papel do exercício físico na via de sinalização molecular da clusterina/leptina em hipotálamos de camundongos obesos controlando a homeostase energética. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA CRUZ RODRIGUES, KELLEN C.; PEREIRA, RODRIGO M.; DE CAMPOS, THAIS D. P.; DE MOURA, RODRIGO F.; DA SILVA, ADELINO S. R.; CINTRA, DENNYS E.; ROPELLE, EDUARDO R.; PAULI, JOSE R.; DE ARAUJO, MICHEL B.; DE MOURA, LEANDRO P.. The Role of Physical Exercise to Improve the Browning of White Adipose Tissue via POMC Neurons. FRONTIERS IN CELLULAR NEUROSCIENCE, v. 12, . (15/07199-2, 16/24406-4)
PEREIRA, RODRIGO MARTINS; DA CRUZ RODRIGUES, KELLEN CRISTINA; SANT'ANA, MARCELLA RAMOS; PERUCA, GUILHERME FRANCISCO; MORELLI, ANA PAULA; SIMABUCO, FERNANDO M.; DA SILVA, ADELINO S. R.; CINTRA, DENNYS ESPER; ROPELLE, EDUARDO ROCHETE; PAULI, JOSE RODRIGO; et al. Strength exercise reduces hepatic pyruvate carboxylase and gluconeogenesis in DIO mice. Journal of Endocrinology, v. 247, n. 2, p. 127-138, . (16/12569-6, 15/07199-2, 16/24406-4)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.