Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto do ataque de insetos herbívoros nos esxudatos e na comunidade de microrganismos da rizosfera de Arabidopsis thaliana

Processo: 17/05465-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Márcio de Castro Silva Filho
Beneficiário:Márcia Leite Mondin
Supervisor no Exterior: Jorge Manuel Vivanco
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : Colorado State University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/18001-1 - Possível efeito de insetos herbívoros na alteração da composição de microrganismos da rizosfera a partir da secreção diferencial de proteínas e fitoquímicos em Arabidopsis thaliana, BP.DR
Assunto(s):Animais herbívoros   Metabolômica   Arabidopsis thaliana

Resumo

O papel dos sistemas de raízes de plantas nos mecanismos fisiológicos que asseguram a captação e retenção de nutrientes do solo como reserva orgânica funcional em algumas famílias de plantas está bem estabelecido. No entanto, buscamos conhecimento dos metabólitos secundários e pequenas moléculas encontradas nos exsudatos de plantas que desempenham um papel importante na interação com microrganismos do solo e podem induzir resistência em toda a planta. Entender como a ação dos exsudado de raiz, permitem uma seleção de microrganismos benéficos em contraste com o ataque herbívoro é fundamental no estabelecimento da relação entre a resistência das plantas e a herbívora; E é o objetivo principal deste projeto. O estudo será realizado na Universidade Estadual do Colorado, para caracterizar os metabólitos secundários e pequenas moléculas que são exsudadas pelo sistema radicular de A. thaliana em um sistema experimental bem estabelecido que permitirá saber se há uma seleção de microrganismos após o ataque de insetos do gênero Trichoplusia. Os resultados serão utilizados como referência para comparação com os experimentos realizados no Brasil utilizando A. thaliana cultivada em um substrato comercial para jardinagem e submetida a ataque herbívoro do inseto Spodoptera frungiperda. O sistema experimental, já bem estabelecido, será conduzido com solo coletado na Estação de Extensão de Michigan, Porto de Benton, MI / EUA, onde Arabidopsis thaliana cresce naturalmente. Apesar de o solo de Michigan estar bem caracterizado para sua comunidade de microrganismos, todo o solo usado para os experimentos será analisado antes da semeadura para estabelecer a estrutura inicial da comunidade de microrganismos que será usada para ser comparada com aquelas encontradas após o ataque de insetos. A comunidade de microrganismos da rizosfera será quantitativamente caracterizada por TRFLP e qPCR. A elucidação do mecanismo de interação microorganismo-exsudato-planta pode revelar novas estratégias futuras visando aumentar a resistência das culturas e, consequentemente, aumentar a produtividade alimentar. (AU)