Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da fadiga muscular no controle postural em pessoas com esclerose múltipla

Processo: 17/00718-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Fabio Augusto Barbieri
Beneficiário:Felipe Balistieri Santinelli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/20166-1 - Controle postural em pessoas com esclerose múltipla: análise do tempo-para-contato e entropia, BE.EP.IC
Assunto(s):Esclerose múltipla   Controle postural   Fadiga muscular   Controle motor

Resumo

A esclerose múltipla (EM) é uma doença inflamatória, autoimune e degenerativa que afeta o sistema nervoso central e causa a degeneração da bainha de mielina, afetando mais de 2,3 milhões de adultos jovens entre 20 e 40 anos. O controle postural é um dos aspectos mais prejudicado nesta população. Ainda, mais de 80% das pessoas com EM relatam o sintoma de fadiga. Entretanto, ainda é pouco conhecido sobre o efeito da fadiga muscular no controle postural de pessoas com EM. Conhecer os efeitos da fadiga muscular no controle postural é importante para possibilitar intervenções mais específicas para esta população. Assim, o objetivo desse estudo é investigar a influência da fadiga muscular no controle postural de pessoas com EM e comparar com pessoas neurologicamente sadias. Participarão do estudo trinta adultos, com idade entre 18 e 55 anos, sendo 15 indivíduos com EM e 15 adultos neurologicamente sadios. Os participantes realizarão avaliação postural antes e após fadiga muscular de tornozelo, bem como, será mensurado a força muscular nestes momentos. Os participantes realizarão 3 tentativas de 60s de controle postural na condição de fixação e movimento sacádico dos olhos. A indução à fadiga será realizada em uma tarefa de flexão plantar e dorsiflexão do tornozelo sobre um step, com frequência controlada de movimento. Serão mensurados, antes e após a fadiga muscular, os seguintes parâmetros do centro de pressão (CoP): deslocamento do CoP, área do CoP, velocidade média do CoP, root mean square do deslocamento do CoP, frequência mediana, frequência predominante e 95% da frequência total. Os parâmetros de interesse serão analisados por meio de MANOVAs com fator para grupo, condição e fadiga muscular, com medidas repetidas para os dois últimos fatores.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBIERI, FABIO A.; PENEDO, TIAGO; SIMIELI, LUCAS; BARBIERI, RICARDO A.; ZAGATTO, ALESSANDRO M.; VAN DIEEN, JAAP H.; PIJNAPPELS, MIRJAM A. G. M.; RODRIGUES, SERGIO T.; POLASTRI, PAULA F. Effects of Ankle Muscle Fatigue and Visual Behavior on Postural Sway in Young Adults. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 10, JUN 5 2019. Citações Web of Science: 0.
SANTINELLI, FELIPE BALISTIERI; VAN EMMERIK, RICHARD E. A.; SILVA, FABIANA ARAUJO; ITIKAWA IMAIZUMI, LUIS FELIPE; PENEDO, TIAGO; CANZONIERI, ANA MARIA; RODRIGUES, SERGIO TOSI; POLASTRI ZAGO, PAULA FAVARO; BARBIERI, FABIO AUGUSTO. Saccadic eye movements are able to reduce body sway in mildly-affected people with Multiple Sclerosis. MULTIPLE SCLEROSIS AND RELATED DISORDERS, v. 30, p. 63-68, MAY 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.