Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise paleohistológica do esqueleto apendicular de Stupendemys sp. (Pleurodira, Pelomedusoides, Podocnemidae)

Processo: 17/01148-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Paleozoologia
Pesquisador responsável:Annie Schmaltz Hsiou
Beneficiário:Caio Alves Vogt
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Osteologia   Histologia animal   Crescimento animal   Tartarugas

Resumo

A Paleohistologia é uma área que vem sendo estudada há mais de um século, porém estudos que envolvem microestruturas ósseas tiveram um aumento significativo nos últimos anos. Estudos nessa área envolvendo tartarugas tinham como foco a osteologia da carapaça. Resultados relacionados a padrões de crescimento não forneceram todos os dados necessários para elaborar uma hipótese que respondesse as dúvidas sobre esses padrões, sendo necessário um estudo que focasse na histologia dos ossos longos desses animais. Neste projeto a análise de linhas de crescimento ósseo dos ossos longos através de cortes histológicos de Stupendemys sp. tem como objetivo acrescentar informações sobre os padrões de crescimento, permitindo inferir hipóteses acerca do tamanho desses organismos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.