Busca avançada
Ano de início
Entree

Valorização da vinhaça da indústria sucroalcooleira por meio de digestão anaeróbia: tratamento, recuperação de ácidos orgânicos e produção de biohidrogênio

Processo: 16/21478-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 24 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marcelo Zaiat
Beneficiário:Felipe Eng Sánchez
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/06246-7 - Aplicação do conceito de biorrefinaria a estações de tratamento biológico de águas residuárias: o controle da poluição ambiental aliado à recuperação de matéria e energia, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/12748-3 - Análises molecular das populações envolvidas na produção de ácidos orgânicos voláteis e hidrogênio no tratamento de vinhaça de cana-de-açúcar por digestão anaeróbica, BE.EP.PD
Assunto(s):Bio-hidrogênio   Vinhaça   Digestão anaeróbia   Ácidos orgânicos

Resumo

O grande desafio deste projeto de pesquisa é estabelecer a base para a aplicação do conceito de biorrefinaria a uma estação de tratamento biológica de vinhaçade cana-de-açúcar a indústria sucroalcoolera por meio da geração de um biocombustível renovável e produtos de alto valor agregado. Este conceito baseia-se na aplicação de um biorreator anaeróbico como unidade de trabalho principais permitem a obtenção de solventes e ácidos orgânicos na fase líquida e biohidrogênio na fase gasosa e, simultaneamente, atingira primeira etapa detratamento desta despejo para reduzir a poluição que causaa um corpo receptor e reduzir as emissões de gases de efeito estufa responsáveis por grande parte das mudanças climáticas globais. Nessa nova abordagem, tendo em conta que esta matéria prima é composta de materiais orgânicos susceptíveis de serem convertidos em produtos de alto valor agregado, a estação de tratamento pode ser encarada como uma biorrefinaria. O principaldesafioé processar de forma eficiente uma água residuária complexa, com composição variável, com a utilização de culturas mistas de microrganismos anaeróbios. (AU)