Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento alimentar e qualidade de vida em mulheres jovens a partir da troca de método contraceptivo para métodos reversíveis de longa duração até 12 meses pós admissão

Processo: 17/05302-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Luis Guillermo Bahamondes
Beneficiário:Priscilla de Nazaré Silva dos Santos
Instituição-sede: Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM). Hospital da Mulher Professor Doutor José Aristodemo Pinotti. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/20504-9 - Manifestações clínicas de usuárias de contraceptivos de somente progestogênios, AP.TEM
Assunto(s):Composição corporal   Ginecologia   Comportamento alimentar   Qualidade de vida

Resumo

Objetivo: Investigar fatores associados à qualidade de vida em mulheres jovens saudáveis com Índice de Massa Corporal (IMC; Kg/m2) normal e sobrepeso a partir da troca de método contraceptivo de curta duração para métodos contraceptivos reversíveis de longa duração (LARC) no início e após 12 meses de uso do novo método contraceptivo de escolha. Desenho do estudo: Estudo de coorte prospectivo com mulheres em atendimento no Ambulatório de Planejamento Familiar do CAISM que solicitem troca do antigo método contraceptivo de curta duração para os reversíveis de longa duração acompanhadas por 12 meses. Critérios de inclusão: mulheres saudáveis, não obesas, de 19-40 anos, com mudança de método para contraceptivos reversíveis de longa duração [dispositivo intrauterino com cobre (DIU TCu 380A), sistema intrauterino liberador de levonorgestrel (SIU-LNG)] ou implante subdérmico liberador de etonogestrel. Variáveis a serem estudadas: sóciodemográficas (idade, escolaridade, classe social, estado marital e número de filhos vivos). Demais variáreis: atividade física, peso corporal, IMC, composição corporal por densitometria, comportamento alimentar por meio do questionário de três fatores alimentares (TFEQ-R21), e qualidade de vida por meio do questionário Medical Outcomes Study Short Form - 36 (SF-36). Será necessária a inclusão do total de 123 mulheres: 64 mulheres devem ser incluídas no grupo de usuárias de SIU-LNG, 26 no grupo de usuárias de DIU TCu 380A, e 33 no grupo de usuárias de implante subdérmico liberador de etonogestrel. Será realizada análise exploratória dos dados por meio das medidas descritiva. Para comparação dos dados categóricos será utilizado o teste Qui-quadrado com nível de significância de 5%, ou quando necessário, o teste exato de Fisher. Para comparação das variáveis avaliadas no início e aos 12 meses do estudo, será utilizado o teste ANOVA para fatores repetidos. As variáveis serão transformadas em postos (rank) caso haja ausência de distribuição normal dos dados. Para investigar associação entre as variáveis e componentes de qualidade de vida aos 12 meses, aplicar-se-á o teste de correlação de Spearman, e o teste não paramétrico de Mann Whitney para as variáveis dicotômicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)