Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenho e construção de novas estirpes bioreporters para identificar receptores alternativos de DSF em Xanthomonas citri subsp. citri

Processo: 17/10517-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Jesus Aparecido Ferro
Beneficiário:Juan Carlos Caicedo Cepeda
Supervisor no Exterior: Leo Eberl
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Zurich (UZH), Suíça  
Vinculado à bolsa:15/22473-3 - Identificação de sensore(s) alternativo(s) para o autoindutor DSF, regulador da patogenicidade em Xanthomonas citri subsp. citri, BP.PD
Assunto(s):Xanthomonas citri   Percepção de Quorum   Cancro (doença de planta)

Resumo

A bactéria Xanthomonas citri subsp. citri (Xcc) é o agente causal do cancro cítrico, uma doença que afeta quase todos os citros. A produção dos principais fatores de patogenicidade em Xcc são regulados por um grupo de genes chamados rpf, que codificam elementos de um sistema de comunicação célula-célula conhecido como quorum sensing (QS). O QS em Xcc é mediado por um fator sinalizador difusível DSF (diffusible signal fator). A síntese e percepção de DSF são dependentes de várias proteínas Rpf. A análise detalhada das funções reguladoras das proteínas Rpf sugeriu a presença de várias proteínas sensores de DSF diferentes a o sensor clássico RpfC. A presente proposta tem como objetivo desenhar e construir uma estirpes de biossensor de DSF, para utilizá-la como ferramentas moleculares para identificar receptores de DSF alternativos em Xcc, a fim de compreender melhor o mecanismo de regulação da virulência e assim encontrar novos alvos para o tratamento do cancro cítrico.