Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise dos efeitos da radioterapia sobre a diferenciação e viabilidade de células mesenquimais

Processo: 16/25246-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Luana Marotta Reis de Vasconcellos
Beneficiário:Camila Duarte da Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Dano ao DNA   Diferenciação celular   Sobrevivência celular   Osteogênese   Estomatologia   Radioterapia

Resumo

A radioterapia é um comumente utilizado para tratamento das neoplasias malignas. O tecido ósseo é amplamente afetado, quando a região cérvico-facial está no campo da radiação, dificultando a reabilitação com próteses sobre implantes. Objetivos: verificar a viabilidade, diferenciação, atividade osteogênica e dano ao DNA das células mesenquimais cultivadas oriundas de fêmures de ratos irradiados. Material e métodos: Serão utilizados 40 ratos que serão submetidos à radioterapia que simule a dose total de 70 Gy em humanos. Estes aminais serão submetidos a instalação de implantes nos fêmures direito e esquerdo. Os animais serão divididos em dois grupos: a) Grupo Implante (Ip) - Grupo controle, sem irradiação, apenas com implantes instalados; b) Grupo irradiação imediata (Ir): Grupo de instalação de implantes e irradiação no mesmo dia. Os animais serão subdivididos aleatoriamente em 3 grupos e serão sacrificados no período de 3 dias e 2 semanas após o tratamento. Será realizada a cultura de células nas quais serão empregados testes para verificar a morfologia celular através da fluorescência direta, os danos celulares através do teste de micronúcleos; para determinar a diferenciação celular será empregado o teste com corante MTT [brometo de 3-4,5-dimetiltiazo] e para análise da atividade osteogênica serão realizados os testes do conteúdo de proteína total, da atividade de fosfatase alcalina e da formação de nódulos de mineralização. Todos os dados serão analisados estatisticamente e correlacionados com o comportamento dos implantes instalados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)