Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos da adaptação local à acidificação oceânica em mexilhões na presença de outro estressor

Processo: 17/06686-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Augusto Cesar
Beneficiário:Manoela Romanó de Orte
Supervisor no Exterior: Ken Caldeira
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Carnegie Institution for Science, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/22273-1 - Avaliação da biodisponibilidade de contaminantes em sedimentos marinhos associados a vazamentos de CO2, BP.PD
Assunto(s):Poluição do mar   Acidificação   Mudança climática   Toxicidade   Metais

Resumo

Os efeitos das mudanças climáticas nos oceanos não se limitam a interferências na química dos carbonatos, outros parâmetros como temperatura, salinidade e distribuição ambiental de substâncias químicas tóxicas também deverão mudar, especialmente nas áreas costeiras. Sabe-se que organismos marinhos têm estratégias para aclimatar-se ou até mesmo adaptar-se à acidificação dos oceanos. No entanto, ainda não está claro se esta adaptação é estendida quando outros estressores agem em conjunto. Neste estudo, a interação da acidificação dos oceanos com os metais cobre e zinco será avaliada através da realização de experimentos com o mexilhão Mytilus californianus. As respostas tóxicas de indivíduos coletados em dois locais com distintas flutuações de pH serão comparadas para compreender o papel de estratégias de adaptação local nessa interação. Os resultados desta pesquisa serão importantes para fornecer informações inéditas sobre a extensão das estratégias de adaptação dos organismos à acidificação dos oceanos quando importantes fatores como a contaminação também atuam como co-estressores. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOUVEIA, NAYARA; OLIVEIRA, CAROLINA R. M.; MARTINS, CAMILA P.; MARANHO, LUCIANE A.; PEREIRA, CAMILO DIAS SEABRA; DE ORTE, MANOELA R.; HARAYASHIKI, CYNTIA A. Y.; ALMEIDA, SERGIO M.; CASTRO, ITALO B. Can shell alterations in limpets be used as alternative biomarkers of coastal contamination?. Chemosphere, v. 224, p. 9-19, JUN 2019. Citações Web of Science: 0.
DE ORTE, M. R. . Science of The Total Environment, v. 649, p. 224-232, FEB 1 2019. Citações Web of Science: 1.
BAUTISTA-CHAMIZO, ESTHER; BORRERO-SANTIAGO, ANA R.; DE ORTE, MANOELA R.; DELVALLS, ANGEL; RIBA, INMACULADA. Effects of CO2 enrichment on two microalgae species: A toxicity approach using consecutive generations. Chemosphere, v. 213, p. 84-91, DEC 2018. Citações Web of Science: 1.
BAUTISTA-CHAMIZO, ESTHER; SENDRA, MARTA; CID, ANGELES; SEOANE, MARTA; DE ORTE, MANOELA ROMANO; RIBA, INMACULADA. Will temperature and salinity changes exacerbate the effects of seawater acidification on the marine microalga Phaeodactylum tricornutum?. Science of The Total Environment, v. 634, p. 87-94, SEP 1 2018. Citações Web of Science: 4.
ROMANO DE ORTE, MANOELA; BONNAIL, ESTEFANIA; SARMIENTO, AGUASANTA M.; BAUTISTA-CHAMIZO, ESTHER; DOLORES BASALLOTE, M.; RIBA, INMACULADA; DELVALLS, ANGEL; MIGUEL NIETO, JOSE. Metal fractionation in marine sediments acidified by enrichment of CO2: A risk assessment. Marine Pollution Bulletin, v. 131, n. A, p. 611-619, JUN 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.