Busca avançada
Ano de início
Entree

FIBRA: novos compostos bioativos de frutas tropicais brasileiras e suas propriedades antioxidantes

Processo: 17/10753-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 10 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Convênio/Acordo: Innovation Fund Denmark
Pesquisador responsável:Glaucia Maria Pastore
Beneficiário:Célio Fernando Figueiredo Angolini
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/50333-1 - Cobra: nova plataforma de descoberta de compostos para identificação rápida e de baixo custo de bioativo com efeitos benéficos originários de plantas brasileiras, AP.TEM
Assunto(s):Compostos bioativos   Oligossacarídeos   Polifenóis   Frutas tropicais   Antioxidantes

Resumo

A ingestão de compostos bioativos, como compostos fenólicos, prebióticos e probióticos, exerce efeitos significativos no ambiente intestinal, modulando a composição da microbiota intestinal, produzindo efeitos benéficos à saúde. Os prebióticos modulam positivamente a microbiota intestinal, ajudando no metabolismo gastrointestinal e regulando a absorção mineral e colesterol sérico. Dados experimentais indicam que os prebióticos podem reduzir a gravidade ou incidência de doenças degenerativas, tais como neoplasias, diabetes e doenças coronarianas. Os polifenóis são fitoquímicos abundantemente presentes na dieta humana em diversos produtos, incluindo frutas, chá, café, vinho, legumes e chocolate. Consumo de polifenóis tem sido sugerido por seus efeitos anti-inflamatórios, melhorar a saúde intestinal e reduzir o risco de doença arterial coronariana. Nutrientes dietéticos e alimentos específicos, ricos em polifenóis, podem desempenhar um papel importante na prevenção e controle de complicações decorrentes do estresse oxidativo e reduzir a resistência à insulina. Estes compostos correlacionam-se com a redução dos lípidos séricos e hepáticos e diminuição da expressão génica de enzimas lipogênicas. Esta proposta de pesquisa pós-doutorado visa determinar o potencial bioativo de frutos brasileiras, através da determinação de seus principais componentes, com especial atenção aos oligossacarídeos (prebióticos) e polifenóis. O potencial antioxidante de tais frutos também será determinado usando diferentes técnicas de análises. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
APARECIDA PEREIRA, ANA PAULA; FIGUEIREDO ANGOLINI, CELIO FERNANDO; PAULINO, BRUNO NICOLAU; CHATAGNIER LAURETTI, LEONARDO BORGES; ORLANDO, EDUARDO ADILSON; SIQUEIRA SILVA, JOYCE GRAZIELLE; NERI-NUMA, IRAMAIA ANGELICA; REIS PIMENTEL SOUZA, JANE DELANE; LIMA PALLONE, JULIANA AZEVEDO; EBERLIN, MARCOS NOGUEIRA; PASTORE, GLAUCIA MARIA. A comprehensive characterization of Solanum lycocarpum St. Hill and Solanum oocarpum Sendtn: Chemical composition and antioxidant properties. Food Research International, v. 124, n. SI, p. 61-69, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
ARRUDA, HENRIQUE S.; SILVA, ERIC KEVEN; PEREIRA, GUSTAVO A.; ANGOLINI, CELIO FERNANDO F.; EBERLIN, MARCOS N.; MEIRELES, M. ANGELA A.; PASTORE, GLAUCIA M. Effects of high-intensity ultrasound process parameters on the phenolic compounds recovery from araticum peel. ULTRASONICS SONOCHEMISTRY, v. 50, p. 82-95, JAN 2019. Citações Web of Science: 7.
NERI-NUMA, IRAMAIA ANGELICA; FIGUEIREDO ANGOLINI, CELIO FERNANDO; BICAS, JULIANO LEMOS; TASCA GOIS RUIZ, ANA LUCIA; PASTORE, GLAUCIA MARIA. Iridoid blue-based pigments of Genipa americana L. (Rubiaceae) extract: Influence of pH and temperature on color stability and antioxidant capacity during in vitro simulated digestion. Food Chemistry, v. 263, p. 300-306, OCT 15 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.