Busca avançada
Ano de início
Entree

Acurácia de bomba de infusão de seringa de acordo com o posicionamento do equipamento e densidade da solução: subsídios para a prática de enfermagem na terapia intravenosa

Processo: 17/07476-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 15 de julho de 2017
Vigência (Término): 14 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Pediátrica
Pesquisador responsável:Mavilde da Luz Gonçalves Pedreira
Beneficiário:Marcelle Di Angelis Ambar Felipe
Supervisor no Exterior: Jos Latour
Instituição-sede: Escola Paulista de Enfermagem (EPE). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Plymouth University, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:16/15815-8 - Acurácia de bomba de infusão de seringa de acordo com o posicionamento do equipamento e densidade da solução: subsídios para a prática de enfermagem na terapia intravenosa, BP.IC
Assunto(s):Administração intravenosa   Infusões intravenosas   Bombas de infusão   Segurança do paciente   Estágios

Resumo

A terapia intravenosa constitui uma das mais frequentes intervenções realizadas na área da saúde. Para a infusão de soluções e fármacos por via intravenosa, antes do advento das bombas de infusão, a prática era realizada exclusivamente por meio do controle manual de fluxo por meio da força da gravidade. Apesar do desenvolvimento tecnológico, especial durante a infusão de diminutos volumes em reduzida velocidade de infusão, baixa acurácia e presença de erros de medicação ainda acontecem com bombas de infusão, comprometendo a segurança do paciente. Estudos demonstraram que bombas de infusão de seringa sofrem influência da pressão hidrostática na manutenção de sua precisão, sendo possível que alterações na altura do equipamento e na densidade da solução afetem a precisão do equipamento. Objetivo: Este estudo tem como objetivo verificar como variações na altura e na densidade da solução infundida alteram a acurácia de bombas de infusão de seringa. Materiais e Métodos: Estudo experimental a ser realizado no Laboratório de Experimentos de Enfermagem - LEEnf - da Unifesp. Serão estudadas bombas de infusão de seringa, três equipamentos de um mesmo fabricante, em duas velocidades de infusão (V1:0,5ml/h e V2:10ml/h). As soluções a serem estudadas serão o cloreto de sódio a 0,9% em água (D1) e solução parenteral industrializada (D2). As soluções serão submetidas à análise de densidade por meio de densímetro de massa específica escala 1,800 g/ml a 2,000 g/ml, marca Furlab®, Incoterm, São Paulo, e de osmolalidade com o Osmômetro da marca PZL®, modelo PZL-1000, fabricado em Londrina - Paraná. Os equipamentos serão posicionados na altura da linha de saída distal de infusão (A1), 30 cm acima do nível da linha distal (A2) e 30 cm abaixo (A3), a fim de verificar a influência da altura do equipamento sobre a acurácia. Para a análise de acurácia será utilizada balança analítica de precisão da marca Shimadzu® modelo AUY-200, fabricada no Japão. As 36 situações experimentais serão realizadas de modo randômico. Os dados serão armazenados em planilhas eletrônicas e apresentados, descritivamente, em tabelas e gráficos. Os dados obtidos serão expressos em média e desvio-padrão, sendo posteriormente empregados métodos de análise de variância, t de Student e ANOVA, com nível de significância menor ou igual a 0,05. (AU)