Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do miR-142-3p na progressão do melanoma humano e identificação de seus alvos

Processo: 16/25565-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Miriam Galvonas Jasiulionis
Beneficiário:Júlia de Aveiro Morata
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epigênese genética   Melanoma   Expressão gênica

Resumo

O melanoma é uma neoplasia cutânea derivada de melanócitos, sendo a mais grave e letal entre os cânceres de pele, além de ser altamente refratária a tratamento. Diversas moléculas estão envolvidas com o desenvolvimento do melanoma, entre elas, os microRNAs (miRNAs; miRs). Estes pequenos RNAs de aproximadamente 22 nucleotídeos, têm a função de regular a expressão gênica, podendo impedir a tradução do mRNA à proteína ou degradando mRNAs. Cerca de 30 a 60% dos genes humanos são regulados por miRNAs, mostrando sua importância na homeostase celular. Os miRNAs foram descritos como importantes reguladores de diversos processos celulares, como desenvolvimento, divisão celular e apoptose. Dessa forma, são cruciais para a progressão tumoral do melanoma e aquisição da capacidade metastática do tumor. Dados prévios do nosso grupo mostram que a expressão diminuída do miRNA-142-3p está associada a um mau prognóstico em pacientes com melanoma, sendo um promissor alvo de estudo. Além disso, foram preditos diversos genes-alvo deste miRNA, como o gene RAC-1, descrito como um gene "driver" para a gênese do melanoma. Nesse contexto, os objetivos deste trabalho são: 1) analisar a expressão do miRNA-142-3p em melanócitos primários humanos, células de melanoma humano de crescimento radial (RGP), de crescimento vertical (VGP) e metastático; 2) avaliar o impacto da superexpressão do miRNA-142-3p no fenótipo maligno em linhagem de melanoma humano e 3) identificar genes alvos do miRNA-142-3p. (AU)