Busca avançada
Ano de início
Entree

Visões de ciência e de cientista na literatura infantil: uma análise da coleção "Piririca da Serra" de Eva Furnari

Processo: 17/06156-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Luciana Massi
Beneficiário:Pâmela Wanderley Santos Jaskot
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura infantojuvenil   Ensino de ciências

Resumo

O ensino do conteúdo e epistemologia das ciências nos iniciais constitui-se como um grande desafio para os professores e alunos. Apesar de diversos epistemólogos da ciência terem possibilitado o questionamento dos ideais positivistas de ciência, pesquisas revelam que persistem visões distorcidas da ciência, do cientista e de seu trabalho. Visando ampliar o repertório cultural e aprendizagem de ciências, alguns autores tem proposto a articulação entre literatura em ciência. Nos anos iniciais ela surge como uma alternativa motivadora e que favorece o desenvolvimento global do estudante. Entretanto, são raros os trabalhos focados na análise das visões de ciência e de cientista presentes na literatura infantil que oriente proposições de ensino. Assim, este projeto tem como objetivo analisar as concepções de ciência e de cientista presentes nos textos e imagens de quatro obras da coleção "Piririca da Serra" da autora e ilustradora Eva Furnari - amplamente conhecida e premiada. O referencial teórico de análise serão as visões deformadas de cientista e ciência e as características essenciais da ciência indicada por autores como Norman Lederman e Daniel Gil Pérez. A análise de imagens e suas articulações com o texto será complementada com referenciais específicos. Acredita-se que essa pesquisa pode contribuir para o entendimento da visão da ciência contida nas obras infantis, que tem abrangência considerável neste público, podendo ainda, orientar a sua utilização de forma crítica pelos professores dos anos iniciais. (AU)